Ações da “FORJAS TAURUS” despencam 22% após Bolsonaro cumprir promessa de campanha

Para o ministro Onyx Lorenzoni, a abertura de mercado para a produção de armas no Brasil está em estudo pelo governo.

BRASÍLIA – As ações da Forjas Taurus Armas, despencaram mais de 20% nesta terça-feira (15), depois que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou o decreto que facilita a comercialização e posse de armas de fogo no país.

Os investidores estão se livrando dos papéis da empresa em reação à perspectiva de maior concorrência no setor.

Nas primeiras semanas de 2019, acumularam alta perto de 46%, mesmo com a empresa registrando resultados negativos em seus últimos balanços. O relatório mais recente, referente aos primeiros 9 meses de 2018, mostra prejuízo de R$ 44,6 milhões.

Já para a alguns economistas do País, dizem que a queda desta terça é um movimento de “realização de lucros”, ou seja, investidores que haviam comprado ações da Taurus estão aproveitando a valorização recente para vendê-las a um preço mais alto do que pagaram. O movimento faz com que, com mais ações à venda, o preço recue.

Para o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, a abertura de mercado para a produção de armas no Brasil está em estudo pelo governo.

A Forjas Taurus tem sede em São Leopoldo (RS), conta com cerca de 1,8 mil empregados e exporta para mais de 85 países. A empresa diz ser a quarta marca mais vendida no mercado norte-americano. No domingo (13), a Forjas Taurus informou que mudou seu nome para Taurus Armas, como parte do processo de reestruturação da empresa.

Por Eduardo Ferreira

FOTOS: Reprodução / Redes Sociais

Deixe seu comentário...