AEROPORTO DE GUARULHOS: Funcionário de Cumbica é preso por suspeita de participar do roubo de ouro

Homem havia se passado por falso refém durante a ação.

SÃO PAULO/SP – A Polícia Civil de São Paulo prendeu, neste domingo, um homem suspeito de participação no roubo de 718,9 quilos de ouro que ocorreu no Aeroporto Internacional de Guarulhos na última quinta-feira. O órgão pediu, também, a prisão preventiva de outro envolvido.

O detido é um funcionário do aeroporto que afirmou ter sido refém durante o roubo. De acordo com o pedido de prisão temporária expedido pela Justiça, o funcionário era, no esquema, a “pessoa responsável pela disponibilização de informações privilegiadas sobre a chegada da carga de ouro aos demais participantes do roubo, havendo, inclusive, relatos de tentativas anteriores, mas fracassadas”.

Os policiais refizeram com ele o trajeto desde o momento de sua abordagem até a soltura e o sequestro da esposa. Os agentes informaram que, durante o caminho, o funcionário do aeroporto demonstrou “bastante nervosismo” e pediu para explicar a verdade dos fatos. Na delegacia, ele teria confessado a participação no crime.

A Justiça decretou, neste sábado, a prisão temporária do segurança para a realização das diligências. “A medida é necessária ao prosseguimento regular e eficaz da investigação evitando desaparecimento do suspeito e dissipação de provas, assegurando reconhecimentos pessoais posteriores e identificação de outros agentes”, argumenta.

Ao longo da investigação foi percebido também que havia inconsistência nas declarações dos seguranças.

Os delegados Pedro Ivo Correa dos Santos e João Hueb confirmaram a prisão de um envolvido no roubo. “Qualquer outro detalhe sobre as apurações deverá acontecer em momento oportuno. O procedimento visa preservar a investigação e evitar desvios na linha de trabalho”, informou o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) em nota.

O órgão pediu a prisão preventiva de outro envolvido no roubo milionário, que também é funcionário do aeroporto, e aguarda decisão da Justiça.

Carga roubada é estimada em R$ 120 milhões

Na tarde de quinta, um grupo de assaltantes levou cerca de três minutos para roubar 718,9 kg de ouro, no Terminal de Carga e Exportação. A carga, estimada em R$ 120 milhões, seria embarcada em aviões para Zurique, na Suíça, e Nova York, nos Estados Unidos, segundo o aeroporto.

Minutos depois, as polícias Militar, Civil e Federal se reuniram em uma sala de crise, no próprio aeroporto, para discutirem rota de fuga dos suspeitos, possível prisão dos envolvidos e recuperação da carga. Quatro carros foram utilizados para o roubo milionário, e dois, que eram viaturas clonadas da PF, foram apreendidos.

A ação, considerada cinematográfica, não deixou feridos e nenhum tiro foi disparado.

Por R7

 

Deixe seu comentário...