Alunos e funcionário passa mal após almoço no Centro de “Excelência Maria Ivanda de Carvalho” na Capital

Uma merendeira também estaria entre as vítimas.

ARACAJU/SE – Alunos do Centro de Excelência Maria Ivanda de Carvalho, no bairro 18 do Forte, na zona norte de Aracaju (SE), passaram mal na manhã desta quinta-feira, 09. A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informou que vai acionar a Vigilância Sanitária do Estado e o Instituto Tecnológico de Pesquisa (ITPS) para fazer a análise da água e ver a origem do problema.

Pelo menos 18 estudantes precisaram de atendimento médico. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram acionadas para socorrer os estudantes. Ainda não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde deles.

ALMOÇO

A suspeita é que os alunos tenham sofrido infecção intestinal provocada pro algum alimento consumido no almoço nesta quarta-feira, 8.

A Seduc informou através de nota que tão logo soube do ocorrido, o Departamento de Alimentação Escolar enviou nutricionistas para a unidade de ensino, a fim de resguardar a integridade dos alunos, professores e servidores. Como medida preventiva, foram acionados o Samu e a rede hospitalar de saúde, para que, caso necessário, seja dada toda assistência, bem como os responsáveis dos alunos.

Informou ainda que a equipe do Departamento de Merenda Escolar verificou que os gêneros alimentícios estão no prazo de validade e acondicionados de forma correta. A Seduc ainda informa que constantemente há visitas de nutricionistas às unidades de ensino para verificar o os gêneros alimentícios, bem como foi finalizada nesta quarta-feira, 8, um ciclo de formação continuada para merendeiros escolares, com o intuito de qualificar a manipulação, o armazenamento, higienização e quantitativo de alimentos por aluno.

MERENDEIRA

Uma merendeira também estaria entre as vítimas. Os sintomas são dores abdominais e de cabeça, ânsia de vômito e náuseas.

 

Deixe seu comentário...