Após briga, Ercinho acusado de matar secretário de Itabaiana pede para ser transferido do Compajaf

Ercinho, como é conhecido, ficou foragido por mais de dez anos, suspeito de envolvimento em vários crimes.

Compartilhe...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Print this page
Print

AREIA BRANCA/SE – O presidiário Edson Alcântara Santana, 33 anos, acusado de ser o assassino do secretário de Relações Institucionais e de Defesa Social, do município de Itabaiana, Rauan Stefani Santos Santana, pediu para ser transferido, após brigar com colegas no presídio.

Edson  pediu para sair do Complexo Penitenciário Antonio Jacintho Filho (Compajaf) e ser transferido para o presídio de Areia Branca. O pedido de transferência do presidiário  ainda depende de decisão do juízo da 7a Vara Criminal.

Ercinho, como é conhecido, ficou foragido por mais de dez anos, suspeito de envolvimento em vários crimes, como a morte do escrivão Flávio Santos de Oliveira Matos, da Polícia Civil, assassinado em junho de 2010.

O inquérito policial, instaurado para investigar a morte de Rauan Santana, ainda não foi concluído.

Até o momento, não se sabe quem mandou matar o secretário da Prefeitura de Itabaiana.

Foto – SSP/SE

Deixe seu comentário...