Bando fortemente armado faz arrastão em ônibus que saiu de Recife para Aracaju

Veículo saiu de Recife e seguia para Aracaju com 43 passageiros mais o motorista

Um grupo de 42 pessoas que ia do Recife para Aracaju viveu momentos de pânico quando o ônibus da empresa Progresso foi interceptado, ontem de madrugada, na BR-101, por sete homens fortemente armados. A investida ocorreu por volta das 3h, no trevo de Boca da Mata, município da Zona da Mata de Alagoas, a 60 quilômetros de Maceió. As vítimas foram levadas para um canavial, onde os bandidos recolheram celulares, dinheiro, objetos pessoais e malas. Passageiros e motorista ficaram 3 horas sob ameaça dos bandidos, mas ninguém se feriu.

O bando de homens encapuzados interceptou o ônibus 25 minutos após a saída do ponto de apoio da empresa na cidade de Messias. “O veículo fez a ultrapassagem e um dos homens apontou uma arma para o ônibus. Depois, mais dois saíram da mala com pistolas. Reduzi a velocidade e encostei. É a quarta vez que sofro assalto nesta rodovia, só em Alagoas”, conta o motorista João Gomes, 49 anos.

Quando entraram no veículo, os assaltantes espalharam terror e mantiveram os ocupantes sob a mira de pistola e revólveres. O prejuízo com o assalto é calculado em R$ 8 mil.

O delegado Josias Luiz de Lima, titular da regional de São Miguel dos Campos, onde a ocorrência foi registrada, informou que o trecho é alvo constante de assaltos. “A fiscalização da Polícia Rodoviária Federal é insuficiente. Como é uma rodovia federal, o policiamento foge à nossa competência”, observou. Ele disse que o crime será investigado pela delegacia de Boca da Mata.

O ônibus transportava 41 passageiros, além do motorista. Todos ficaram muito assustados, mas ninguém reagiu.

Entre os passageiros, havia um delegado de polícia que atua em Sergipe. Para não morrer, ficou em silêncio e se livrou de sua documentação. A passageira Francisca Ferreira de Oliveria, 39, entrou em pânico. Ela seguia para Aracaju para acompanhar um parente com problemas de saúde. Dela, os assaltantes levaram R$ 430. “Pegaram o dinheiro que eu ia usar para ficar numa pousada. Agora estou desesperada”, lamentou, aos prantos.

Parte dos passageiros preferiu não prestar queixa. Disseram não acreditar no trabalho da polícia alagoana. Alguns desistiram da viagem e regressaram ao Recife. Os que continuaram só puderam embarcar após a chegada de outro veículo, porque o bando levou as chaves do ônibus assaltado. A PRF realizou buscas, mas não localizou os assaltantes.

As primeiras investigações apontam que os bandidos estavam em um veículo Fiesta, de cor prata, e em outro carro ainda não-identificado. Após os depoimentos prestados na delegacia, os passageiros foram liberados.

FONTE: Jornal do Commercio (Pernambuco)

Deixe seu comentário...