Belivaldo diz que déficit na previdência na gestão de Clóvis no TCE foi R$ 60 mi

Belivado Chagas responde agressões do conselheiro Clóvis Barbosa.

SERGIPE – O governador Belivado Chagas enviou uma nota à redação onde responde às agressões do conselheiro Clóvis Barbosa, durante entrevista na manhã desta terça-feira (05). Na nota, o governador diz que o déficit na previdência na gestão de Clóvis enquanto presidente do TCE, foi de R$ 60 milhões.

Veja o que diz a nota:

O governador Belivado Chagas estranha a forma agressiva pela qual o conselheiro Clóvis Barbosa tem se referido a ele por meio da imprensa, utilizando termos inadequados à função que ambos exercem, demonstrando inclusive, um certo desequilíbrio emocional.

Belivaldo Chagas afirma que continua tendo toda consideração e respeito pelo conselheiro, apesar das agressões.

Toda celeuma acontece por uma questão administrativa, de total responsabilidade do governo do estado, que inclui uma decisão de comprar, ou não, uma carreta para a área da saúde.

O governo do estado está tomando todas as precauções devidas em relação a essa aquisição, inclusive apurando acusações recentes do proprietário da empresa que construiu a carreta que levantou questões éticas para a entrega do equipamento.

O Governo do Estado está acionando o empresário na Justiça para que ele se explique.

Em relação aos recursos que o conselheiro Clóvis Barbosa afirma ter deixado, é preciso entender que no mesmo período em que ele foi presidente do Tribunal de Contas do Estado, o Governo do Estado pagou pelo déficit da previdência daquela Corte de Contas os valores de R$ 29 milhões em 2016 e R$ 31 milhões em 2017, perfazendo R$ 60 milhões durante a sua gestão.

Isso demonstra claramente que a folga de recursos que ele alega ter devolvido foi devido ao pagamento por parte do Governo do Estado de um valor muito maior do que ele alega ter economizado.

O governador estranha a preocupação de Clóvis Barbosa em relação as cobranças insistentes que ele faz para o pagamento da empresa e afirma que sua decisão será em busca do melhor para a saúde do povo sergipano.

FONTE: ASN

Deixe seu comentário...