Cabo Amintas concede título de Cidadão Aracajuano ao Frei Cidmário

Pároco das igrejas Nossa Senhora do Carmo e Santa Teresinha do Menino Jesus, no bairro Suíssa.

ARACAJU/SE – A tarde desta quinta-feira, 28, foi marcada pela cerimônia de entrega do título de Cidadão Aracajuano ao Frei Cidmário, pároco das igrejas Nossa Senhora do Carmo e Santa Teresinha do Menino Jesus, no bairro Suíssa. O responsável pelo decreto legislativo anunciado na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) foi o vereador Cabo Amintas (PTB), que não escondeu sua felicidade em conferir o título ao religioso.

“Eu me sinto muito honrado em poder conceder o título de Cidadã o Aracajuano a esse ser humano simples, fiel à palavra de Deus, e que cuida de meus irmãos aracajuanos sem querer usar o nome e nem a imagem Dele em troca. É a primeira vez que eu sinto Deus nesta casa, estou muito feliz em estar ao redor de pessoas de fé. O aniversário é seu [Frei Cidmário], mas o presente é de todos os aracajuanos de fé”, afirmou, relembrando o 62º aniversário do pároco.

Em pouco mais de dez minutos de discurso na Tribuna da Casa Legislativa, o Frei falou sobre sua história pessoal e sua relação com a capital sergipana.

“Não consigo controlar minha emoção e me apresento orgulhoso diante de todos para dizer, com o coração, ao coração de cada um, o quanto me toca esta homenagem. Comecei cedo a buscar as coisas de Deus, interagindo e participando das atividades na minha paróquia, a paróquia da minha cidade natal. Ao longo dos 5 anos como pároco nessa capital, pude me aproximar mais do povo aracajuano e saborear os frutos e alegrias que essa terra traz. Assim, ao ser informado sobre este título de cidadão aracajuano, muito me alegrei, por agora mais do que nunca pertencer a este lugar, possuidor de uma fé firme, repleto de tantas histórias e de tantos ilustres que, com suas vidas, levaram estas terras à tantos lugares. Este título, que por hora me condecoram, é um presente que a Igreja recebe, é ela a quem, nessa Casa, ofereço tamanha generosidade”, declarou.

E continuou os agradecimentos. “Esta homenagem que agora recebo deve ser estendida a todos os fiéis e irmãos, que comigo se unem no esforço e na dedicação de levar o pão da água pura, líquida e cristalina que é Jesus Cristo, a todos os famintos. Agradeço aos que comigo dividem este dia. É uma alegria sem fim poder ser cidadão aracajuano! Levarei para onde for, este título, esta história, e cada um que comigo celebra este ato”, concluiu, sob fortes aplausos.

Histórico

Nascido na cidade de Camocim de São Félix, Pernambuco, no dia 28 de fevereiro de 1957, Cidmário Bezerra de Arruda, o Frei Cidmário, iniciou sua trajetória religiosa em meados da década de 90, quando entrou na Ordem do Carmo, em sua cidade natal. Nos anos 2000 chegou em Aracaju, quando cursou Filosofia no Seminário Maior Nossa Senhora da Conceição, por dois anos. Só voltou à capital sergipana em 2013, quando exerceu a função de Prior e formador da Filosofia no Convento do Carmo, de São Cristóvão.

Nesse meio tempo, foi promotor vocacional e ecônomo da Província Carmelita Pernambucana, cursou Teologia em Olinda (PE), foi Vigário Paroquial em Jaboatão dos Guararapes (PE), exerceu a função de Comissário Provincial em Recife (PE) e convalidou seu bacharelado em Teologia na capital do Ceará.

De 2013 em diante foi Vigário da Paróquia Nossa Senhora da Vitória e Comissário Provincial da Ordem Terceira Secular, em São Cristóvão. Também cursou Arquitetura e Urbanismo, pela Universidade Tiradentes. Atualmente é pároco das igrejas Nossa Senhora do Carmo e Santa Terezinha do Menino Jesus, no bairro Suíssa, em Aracaju.

FONTE: Assessoria de imprensa do vereador

 

Deixe seu comentário...