De volta ao batente

Por ser um ano eleitoral, deve-se esperar pouco dos debates parlamentares, pois os vereadores da capital e do interior vão usar maior parte das sessões plenárias para fazer campanha política.

Compartilhe...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Print this page
Print

POLÍTICA E COTIDIANO / ADIBERTO DE SOUZA – Após merecidas férias, os vereadores sergipanos retornam ao trabalho nesta terça-feira. Em Aracaju, apesar de o recesso ter acabado há dias, devido a autoconvocação da Câmara, hoje haverá sessão solene de abertura do ano legislativo. Em seu discurso, o prefeito Edvaldo Nogueira (futuro PDT) fará um balanço das ações realizadas em 2019 e apresentará propostas a serem desenvolvidas agora em 2020. Por ser um ano eleitoral, deve-se esperar pouco dos debates parlamentares, pois os vereadores da capital e do interior vão usar maior parte das sessões plenárias para fazer campanha política. Portanto, não contem com muitos discursos voltados aos interesses populares. Como sempre, os problemas que afligem a comunidade ficarão para depois. Só Jesus na causa!

De olho na vice

O nanico Patriotas quer apresentar um candidato a vice-prefeito de Aracaju. A ideia inicial seria disputar a Prefeitura com vereadora Emília Corrêa, porém esta praticamente já decidiu que tentará se reeleger. O partido vai deixar passar o Carnaval para conservar com outras siglas sobre coligação majoritária, desde que possa indicar o candidato a vice. Ah, bom!

Vinte contra um

O sergipano Belivaldo Chagas (PSD) é um dos 20 signatários da carta dos governadores contra as lebreias ditas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). No documento, eles afirmam que as recentes declarações do capitão de pijama “confrontando governadores, não contribuem para a evolução da democracia no Brasil”. Os missivistas também defendem “equilíbrio, sensatez e diálogo para entendimentos na pauta de interesse do povo”. Danôsse!

Portas lacradas

Em reunião realizada ontem, prefeitos condenaram a intenção do Banese de fechar suas agências em 16 municípios sergipanos. “Não podemos nos calar diante de algo que atinge diretamente a população”, reagiu o gestor de Ilha das Flores, Christiano Cavalcante (PSC). Por sua vez, a presidente do Sindicato dos Bancários, Ivânia Pereira, disse que “esta é uma atitude impensada da direção do banco”. Misericórdia!

Mãos dadas

Velhos adversários, Heleno Silva (PRB) e Kaká Andrade (PSD) podem se juntar para tentar impedir a reeleição do prefeito de Canindé, Eraldo da Farmácia (PP). Os dois não descartaram uma futura aliança, embora ambos sonhem em governar o município. Enquanto isso, o da Farmácia segue administrando uma grave crise financeira, enquanto torce que o Tribunal de Justiça não decrete intervenção na Prefeitura. Santo Cristo!

Pão e água

O Ministério da Educação resolveu punir pelo bolso professores e servidores das universidades federais. É o que deixa claro a portaria do MEC suspendendo o pagamento de férias, horas extras, adicional noturno, de insalubridade, periculosidade, progressão de carreira e até incentivo à qualificação. Ficam ainda suspensos todos os processos seletivos, concursos, contratações e provimentos. Aí também já é demais também, “seo” Abraham Weintraub!

De olho em 2050

E o governo estadual decidiu projetar o que se pensa para Sergipe daqui a 30 anos. Neste sentido, foi lançado o Comitê Gestor da Iniciativa Sergipe 2050. A ideia é que, através de um trabalho integrado entre o governo e a iniciativa privada, seja possível aprimorar uma série de políticas para o desenvolvimento do estado pelas próximas três décadas. Marminino!

Mentira cabeluda

Alguns proxenetas de plantão alardearam nas redes sociais que a ponte interligando os bairros Treze de Julho e Coroa do Meio corria risco de desabar. Diante da repercussão da feke news, a Prefeitura de Aracaju mandou seus técnicos avaliar a estrutura ponte. Resultado: tá tudo na mais perfeita ordem. Segundo os engenheiros, a ponte Godofredo Diniz apresenta todas as condições favoráveis à trafegabilidade. Melhor assim!

G4 virou G3

Criado ano passado por quatro deputados estaduais da oposição, o G4 agora é G3 com outro nome. Para esconder a inanição do ajuntamento, Georgeo Passos, Kitty Lima e Samuel Carvalho – todos do Cidadania – renomearam o grupo de Gabinete Compartilhado. O G4 ficou menor quando os três cidadanistas expulsaram do grupo o petebista Rodrigo Valadares, só porque o rapaz criticou o senador Alessandro Vieira, manda chuva do Cidadania. Homem, vôte!

Palavras ao vento

E o deputado estadual Iran Barbosa (PT) apelou ao prefeito Edvaldo Nogueira (futuro PDT) que não reajuste a passagem dos ônibus da Grande Aracaju. O pedido do petista é justíssimo, pois a tarifa atual de R$ 4,50 já é pra lá de cara diante do péssimo serviço prestado pelas empresas à população. Lamentavelmente, o prefeito fará ouvidos de mercador à solicitação do deputado, pois prefere agradar os donos das concessionárias. O povo que se lixe ou vá trabalhar de jegue. Crendeuspai!

Lorota de botequim

De um bebinho, num boteco da zona norte de Aracaju: “Com tantos delegados disposto em disputar a Prefeitura, a campanha eleitoral caminha para virar um caso de Polícia”. Aff Maria!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal do Aracaju, em 1º de fevereiro de 1872.

 

Deixe seu comentário...