Defesa Civil atesta denúncia feita pela “AMESE” de falta de estrutura em quartéis da Polícia Militar de Sergipe

A vistoria feita pela Defesa Civil ocorreu após denúncia feita pela AMESE.

SERGIPE – A Associação dos Militares do Estado de Sergipe (Amese) já recebeu alguns laudos de inspeção técnica realizada pela Defesa Civil e Vigilância Sanitária Municipal sobre a situação dos quartéis da Polícia Militar (PM-SE). Os laudos confirmam a denúncia da Associação que apontam os riscos encontrados em diversos quartéis devido às más condições de trabalho e insalubridade.

De acordo com o presidente da Amese, sargento Jorge Vieira, os problemas são inúmeros. “Foi constatado pela Vigilância Sanitária que o prédio do 5º Batalhão é insalubre, não tem condições de funcionar e tem que tirar o pessoal de lá para que seja feita uma reforma. O laudo da vigilância constatou que há infiltrações, fungos e bactérias no local. O 8º batalhão também precisa de uma reforma porque está tudo velho, assim como o BPRV que apresenta trincas, rachaduras e fiação elétrica exposta. O quartel da PM também precisa de reforma. Alguns locais do QCG já estão interditados, mas tem outros setores com problemas. Se o policial não tem o mínimo para trabalhar como ele vai prestar um bom trabalho a população?”, questiona.

Outro problema que preocupa a Amese diz respeito as caixas d’água do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) e da Cavalaria. “A caixa d’ água do CFAP está ficando enfraquecida pela corrosão da estrutura e precisa de reparos porque as placas de concreto estão se soltando causando riscos aos policiais. Já a da Cavalaria, foi solicitada que fosse isolada uma área de 15 metros para não cair”, informa.

A assessoria de comunicação da PM informou que já vem tomando providências antes mesmo da denúncia ser feita e que “todas as providências necessárias e medidas estão sendo tomadas para a reestruturação das unidades de forma gradativa”, informa.

Veja, abaixo, as fotos e relatório:

A vistoria feita pela Defesa Civil ocorreu após denúncia feita pela Amese (Foto: Amese)
Uma das vistorias ocorreu na caixa d’água da CFAP (Foto: Amese)

Por Aisla Vasconcelos

 

Deixe seu comentário...