Defesa Social inicia formação do Nudec no bairro Soledade

No evento, a comunidade assistiu às palestras do coordenador da Agenda Ambiental.

ARACAJU/SE – Na manhã deste sábado, 19, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania  (Semdec) iniciou a formação do quinto Núcleo Comunitário de Defesa Civil  (Nudec) na capital. A capacitação contempla, desta vez, os moradores do bairro Soledade. A ação mediada pela Defesa Civil, ocorre no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Carlos Hardman.  Em  seu primeiro dia de programação, contou com apoio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema).

No evento, a comunidade assistiu às palestras do coordenador da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), Cleverton Costa, e do coordenador técnico da Defesa Civil, cabo Robson Rabelo. Na primeira, foi abordada a autogestão de resíduos, em que o público pôde aprender, por exemplo, sobre o descarte correto de lixo. Já a segunda palestra orientou a comunidade sobre a prevenção de acidentes domésticos, como incêndios e engasgamentos. Além disso, a ação também contou com dinâmicas sobre trabalho em equipe, coletividade e cooperação.

O secretário da Defesa Social e da Cidadania, Luís Fernando Almeida, ressalta que essa é uma ação prevista no Planejamento Estratégico da Prefeitura de Aracaju. “Esses núcleos são de fundamental importância, pois marcam o engajamento da população local nas ações de prevenção relacionadas aos impactos de fenômenos naturais, especialmente no período das chuvas. Atua em apoio a Defesa Civil na promoção da conscientização da população e enfrentamento dos problemas locais”, destacou.

De acordo com o coordenador técnico da Defesa Civil, Robson Rabelo, a iniciativa da formação do Nudec no bairro Soledade se deu após a verificação da região como uma área de riscos de deslizamento de terra e alagamento. “Por meio de um levantamento das solicitações do serviço emergencial 199, nós percebemos que no bairro havia um grande número de requisições dos próprios moradores, o que motivou a formação do Nudec Soledade”, explica o cabo.

A psicóloga Vivian Almeida é coordenadora do Cras Carlos Hardman há dois anos. Ela conta que, durante seu trabalho com as famílias da comunidade, já precisou acionar a Defesa Civil algumas vezes, e acredita que, com a presença dos líderes comunitários, o suporte em situações de risco será mais eficiente. “Acredito que a formação do Nudec vai estreitar os laços entre a comunidade e os órgãos públicos”, aponta.

Um dos membros do novo Nudec é o porteiro Eduilson Vieira. Morador do bairro Soledade desde que nasceu, ele conta que já presenciou acidentes como deslizamentos de terra e alagamentos, e por isso decidiu fazer sua parte. “Estou confiante que o Nudec irá servir nossa comunidade, trazendo conhecimento e respostas positivas para os moradores”, afirma.

Já a agricultora Ana Lúcia Calazans vem convivendo com o Soledade há mais de 18 anos. Dessa forma, Ana Lúcia decidiu fazer parte do Nudec, para adquirir conhecimento e prestar seu serviço à comunidade, e confia na coletividade da ação. “Eu espero que toda a comunidade tenha comprometimento, para que possamos ajudar uns aos outros”, aponta a agricultora.

FOTO: Ana Luísa – PM/AJU

Deixe seu comentário...