Diplomada, Bancada feminina na Alese tem nova formatação

Com uma maior representação na Assembleia Legislativa

Durante a solenidade de diplomação dos 24 deputados estaduais pelo Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE), na tarde dessa segunda-feira (17), no Teatro Atheneu, chamou atenção o crescimento da bancada feminina da Assembleia Legislativa de Sergipe, que não apenas mudou seu tamanho, como também sua composição.

Das atuais quatro deputadas na Casa, na 19ª Legislatura (de 01 de fevereiro de 2019 a 31 de janeiro de 2023) as mulheres vão ocupar seis assentos no parlamento estadual com as reeleitas Goretti Reis (PSD) e Maria Mendonça (PSDB); além das eleitas, Maísa Mitidieri (PSD), Janier Mota (PR), Diná Almeida (Podemos) e Kitty Lima (REDE).

Com uma maior representação na Assembleia Legislativa é provável que a partir de fevereiro algumas pautas que interessam diretamente às mulheres sergipanas, sendo que a mais importante e atual certamente será a luta para a redução da violência contra a mulher.

A segunda deputada mais votada com 35.707 votos, Maísa Mitidieri disse que pretende dar continuidade ao trabalho que vem sendo feito há alguns mandatos. “A expectativa é grande e a gente deseja seguir esse trabalho do deputado Luiz Mitidieri. Nós sempre trabalhamos com a Saúde e tem também a questão da mulher, que precisa ser valorizada sua participação cada vez maior na política”.

Por sua vez, a deputada reeleita Maria Mendonça, com 19.102 votos, avalia que o resultado favorável na urna foi o reconhecimento da população ao seu trabalho na Alese. “Isso é fruto do nosso trabalho na Asembleia, feito com muita responsabilidade e compromisso, trabalhando em prol do desenvolvimento de Sergipe e da população”.

Mais recursos

É provável que o crescimento da bancada feminina na Alese esteja associado à decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de maio de 2018, que garantiu nestas eleições a aplicação de no mínimo 30% dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha e do tempo de propaganda gratuita no rádio e na TV para as candidaturas de mulheres.

Por Habacuque Villacorte

Foto: César de Oliveira

Deixe seu comentário...