Dividindo os ossos

Dividindo os ossos

ADIBERTO DE SOUZA – POLÍTICA E COTIDIANO – O governador Belivaldo Chagas (PSD) repetirá, hoje, na Assembleia o que tem dito desde a posse: Sergipe quebrou na solda. Aliás, não era isso que o “Galeguinho” alardeava na campanha eleitoral. Com o slogan “chegou para resolver”, o candidato prometeu mundos e fundos aos eleitores. O então secretário da Fazenda, Ademário Alves, chegou a anunciar um tal Plano de Recuperação Econômica capaz de gerar 100 mil empregos diretos em três anos. Dois meses depois da posse, Chagas exonerou justamente Ademário. Ora, ao prometer o que sabia impossível cumprir, Belivaldo fez lembrar o estelionato eleitoral do Plano Cruzado, que só teve sua derrocada anunciada pelo governo federal uma semana após as eleições de 1986, quando o MDB saiu por cima da carne seca. Agora, ao propor dividir os ossos com quem não comeu do filé, o governador repete a mesma fórmula eleitoral usada pelos emedebistas há mais de três décadas. Só Jesus na causa!

Cadeira de volta

Com a posse de Camilo Feitosa, o PT recuperou a única cadeira que tinha na Câmara de Aracaju. Perdido devido à eleição de Iran Barbosa para a Assembleia, o assento voltou para o PT graças a um mimo do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). O comunista abriu a vaga para o petista ao nomear o vereador Antônio Bittencourt (PCdoB) como secretário de Assistência Social. O presidente do PT, deputado federal João Daniel, jura que o “presente” dado ao filho Camilo não passa pelo projeto de reeleição do prefeito. Então, tá!

Couro de fole

E o Ministério Público Estadual não quer ver o prefeito Valmir de Francisquinho (PR) administrando Itabaiana. Bastou a Justiça determinar que o homem reassumisse a Prefeitura para o MPE pedir o afastamento dele novamente. Francisquinho foi preso e ficou quatro meses afastado do cargo, sob a acusação de fazer mau uso dos recursos públicos. Neste período, o município foi administrado pela vice Carminha Mendonça (PSDB), adversária de Valmir. Marminino!

Navio de gás

Já está em Sergipe o navio FSRU Golar Nanook. Caberá a ele regaseificar o Gás Natural Liquefeito (GNL) a ser utilizado pela Usina Termoelétrica Porto de Sergipe, em construção na Barra dos Coqueiros. A embarcação possui capacidade para estocar 163 mil metros cúbicos de GNL e de regaseificar até 21 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia. O navio ficará ancorado pelos próximos 25 anos no sistema submarino da usina, localizado a seis quilômetros da costa. Vixe!

Navalha cega

A famosa Operação Navalha acabou de uma vez por todas. Ontem, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região rejeitou os embargos de declaração apresentados pelo Ministério Público Federal. A defesa dos acusados acredita que dificilmente o MPF impetrará um novo recurso visando reverter a absolvição dos envolvidos naquele que foi considerado um dos maiores escândalos já registrados em Sergipe. Crendeuspai!

Laçando o PT

Enquanto petistas mais radicais estão de olho na Prefeitura de Aracaju, o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) segue laçando figuras de proa do partido. Ontem, foi a vez de o comunista trazer oficialmente para o seu lado o vice-presidente nacional do PT, Márcio Macedo. Para tanto, bastou efetivar na presidência da Funcaju o petista Cássio Murilo Costa. Após essa tacada de Nogueira, ficará difícil para Macedo disputar a Prefeitura contra uma administração que seu grupo político participa desde sempre. Misericórdia!

Reforma condenada

E o deputado federal Fábio Henrique (PDT) promete votar contra a reforma da Previdência “porque estamos do lado do trabalhador”. Presidente do partido em Sergipe, Fábio segue orientação do PDT nacional, que fechou questão contra o projeto do governo Bolsonaro (PSL). Esta decisão é uma má notícia para a base governista na Câmara Federal, que esperava conquistar alguns votos entre os pedetistas. Danou-se!

Sem pressa

Pré-candidato a prefeito de Aracaju, o deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) tomou café com o presidente de honra do PRB em Sergipe, pastor Heleno Silva. Durante o rega bofe, os dois trataram sobre as futuras eleições, contudo nada ficou acertado. Heleno tem tido que o projeto do PRB para 2020 “é eleger o maior número possível de prefeitos e vereadores”. Quanto a Aracaju, o reverendo diz que “na hora certa, o partido tomará uma posição”. Aff Maria!

Tratamento igual

O deputado federal Laércio Oliveira (PP) apresentou um projeto na Câmara garantindo prisão especial aos vigilantes antes da condenação definitiva. Segundo ele, a ideia é oferecer a estes profissionais um tratamento igual ao concedido aos agentes de segurança. Pela proposta, o vigilante ficará preso em quartel ou em uma prisão distinta da comum. O texto também proíbe o transporte do guarda municipal ao lado de outros presos.

Minutos de fama

Protocolada, ontem, a CPI da Lava Toga deve mesmo acabar no vinagre, porém já garantiu generosos espaços na mídia ao senador Alessandro Vieira (PPS). Há quem garanta que se alguns dos 29 senadores favoráveis à CPI não retirarem as assinaturas, o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM), se encarregará de abortá-la. O demista, inclusive, já deixou isso claro ao afirmar que “esta CPI não fará bem ao Brasil”. Homem, vôte!

Recorte de jornal

Publicado no jornal estanciano A Razão, em 1º de outubro de 1911.

Resumo dos Jornais

Deixe seu comentário...