E a reforma política?

Está certo o cidadão quando exige uma verdadeira reforma política, pois as atuais legendas trocaram a ideologia por vergonhosas negociatas chamadas de coligações.

POLÍTICA E COTIDIANO / ADIBERTO DE SOUZA – Quando será que o Congresso vai se debruçar sobre a tão prometida reforma política? Enquanto isso não ocorrer, persistirão a descrença do eleitor e os elevados índices de abstenção nas eleições. A recusa de parte considerável da população em ir às urnas é uma reação às bodegas em que se transformaram os partidos, um protesto justo contra a malandragem dos políticos e os acordos espúrios entre os poderes. Está certo o cidadão quando exige uma verdadeira reforma política, pois as atuais legendas trocaram a ideologia por vergonhosas negociatas chamadas de coligações. Seus ‘donos’ enxergam o eleitor como simples mercadoria, vendida abertamente nas campanhas eleitorais. Lamentavelmente, ainda existem aqueles que condenam a reação popular contra os políticos. Quem age assim ou é inocente ou deseja que tudo continue como está para seguir se locupletando com o dinheiro público. Só Jesus na causa!

Alça de mira

E o senador Alessandro Vieira (Cidadania) tem sido um calo no sapato do ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal. Agora, o senador acusa o homem de toga de se utilizar do momento político para assumir um papel que não lhe cabe. Vieira diz que Toffoli não faz parte das soluções que o Brasil precisa, mas “dos problemas que afligem o país há décadas”. Crendeuspai!

Concorrência pesada

Sergipe já tem quase 14 mil advogados inscritos na OAB. Para a Ordem, apesar do elevado número de causídicos, o mercado local ainda não está saturado. O presidente da seccional da OAB, Inácio Krauss, lembra que se a concorrência está maior, também há inúmeras novas áreas de atuação, novos nichos. Entrevistado pelo Jornal da Cidade, Krauss disse que “o profissional ético, técnico, corajoso e consciente de seu papel tem espaço reservado”. Então, tá!

Prefeito retorna

Após cinco dias afastado do cargo para resolver questões pessoais, o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) retorna hoje ao comando de Aracaju. Durante a ausência do comunista, a capital foi administrada pelo vereador Josenito Vitale (PSD), presidente da Câmara Municipal. Esta foi a segunda vez que “Nitinho” substituiu Edvaldo. Ah, bom!

Audiência pública

Uma Audiência Pública discute, nesta segunda-feira, sobre a Frente Parlamentar em Prol das Guardas Municipais de Sergipe. Organizado pelo deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB), o evento acontecerá no plenário da Assembleia Legislativa. Deputados e guardas municipais sergipanos vão discutir sobre a segurança do patrimônio público e os problemas enfrentados pela categoria. Participe!

Imposto rural

Os proprietários rurais têm até 30 de setembro para enviar a Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural de 2019. O produtor que perdeu ou transferiu a posse ou o direito de propriedade da terra desde 1º de janeiro último também está obrigado a apresentar a declaração. Este imposto pode ser pago em até quatro parcelas mensais, mas nenhuma quota pode ser inferior a R$ 50.

Braços cruzados

Os trabalhadores prometem cruzar os braços amanhã (13), em protesto contra o desmonte da educação pública e em defesa do direito à aposentadoria e das garantias sociais. Para reivindicar o reajuste de 4,17%, os professores da rede estadual vão promover uma manifestação em frente ao Palácio do Governo. O governador Belivaldo (PSD) já disse que a crise econômica o impede de conceder o reajuste reivindicado pelos educadores. Marminino!

E segue a novela

A Petrobras prorrogou novamente o prazo para entrega de propostas visando o arrendamento da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados em Sergipe. Restritas às três empresas pré-qualificadas, agora as propostas deverão ser entregues no dia 11 de novembro. Segundo a petrolífera, a prorrogação visou proporcionar às licitantes um prazo adicional para esclarecimentos de eventuais dúvidas relativas ao Termo de Compromisso de Cessação. A Fafen está hibernando desde janeiro passado. Aff Maria!

Cara pálida

Muitos congressistas que defendem prender adolescentes infratores nas penitenciárias estão sendo processados por crimes diversos. Fosse mais célere, a Justiça já os teria condenado por meterem a mão grande no dinheiro público. Há daqueles que roubaram a grana do povo para comprar votos, pagar festas particulares, alugar carros de luxo e adquirir imóveis em áreas nobres. Estes sim, deveriam ser trancafiados nas insalubres penitenciárias por muito tempo. Homem, vôte!

História do MDB

A história do MDB sergipano virou livro assinado pelo professor e escritor Jorge Carvalho do Nascimento. Intitulada “História da Resistência”, a obra literária narra o caminho trilhado pelo partido, destacando a luta dos emedebistas contra a ditadura militar. O livro será lançado no próximo dia 29, em noite de autógrafos no Museu da Gente Sergipana, centro de Aracaju. Prestigie!

Recorte de jornal

Publicado no jornal laranjeirense O Horizonte, em 13 de maio de 1886.

Resumo dos jornais

 

Deixe seu comentário...