Em Sergipe, Justiça condena seis pessoas no caso de desvio das verbas de subvenções da Alese

Inicialmente, todos vão cumprir as penas em regime fechado.

SERGIPE – Seis pessoas que integravam a Associação Sergipana de Produtores de Eventos (Aspe), foram condenadas à prisão pelos crimes de organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro.

A juíza Jumara Porto, da 9ª Vara Criminal de Aracaju, condenou nesta terça-feira (28), seis pessoas suspeitas de envolvimento em casos de desvios de verbas de subvenções sociais da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese).

De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público Eleitoral, a ASPE foi beneficiada desde o ano de 2011 até 2014 com as verbas de subvenção social em um vultoso montante de R$ 1.885.000,00, sem que, de forma evidente, tenha desempenhado qualquer serviço de caráter assistencial ou de relevância pública.

Foram condenados:

Uilson Felix de Farias, a 15 anos, 4 meses e 15 dias;

Edvânia Menezes, a 12 anos e 7 dias;

Thiago Menezes Farias, a 12 anos e 7 dias;

Alessandra dos Santos Meneses, a 10 anos, 2 meses e 15 dias;

Márcio José Goes, 12 anos, 4 meses e 22 dias;

Andre Santos Almeida, a 4 anos, 2 meses e 22 dias.

 

Inicialmente, todos vão cumprir as penas em regime fechado.

 

Deixe seu comentário...