Escândalo no TRT-BA pode chegar em Sergipe

O escritório investigado tem filial em Aracaju e também atua em causas trabalhistas.

SERGIPE – No dia 11/09, a PF deflagrou a Operação Injusta Causa em Salvador, que investiga um suposto esquema de venda de decisões judiciais e tráfico de influência na Justiça do Trabalho na Bahia. A ação teve como alvo 05 desembargadores.

Além dos desembargadores, um escritório de advocacia também é investigado. Só com os primeiros documentos apreendidos, a PF e o MPF descobriram um forte esquema que atuava há anos no TRT/BA, elegendo presidentes, vendendo decisões judiciais e ganhos milionários por parte de escritório de advocacia.

O principal escritório investigado tem filial em Aracaju e também atua em causas trabalhistas. Aliás, atuou em um processo envolvendo uma grande empresa sergipana. A empresa teve todos os seus bens e do seu proprietário fossem expropriados.

À época, ocorreram várias expropriações, incluindo bens que não tinham relação com a empresa principal, causando um prejuízo enorme a outros negócios, provocando demissão em massa de trabalhadores.

FONTE – Ne Notícias

Deixe seu comentário...