Faca no pescoço

Ademais, a Polícia Civil está entre as categorias de servidores estaduais mais bem pagas. A ameaça de não garantir a segurança da principal festa do estado é uma chantagem descabida, covarde e merece o repúdio dos sergipanos. Só Jesus na causa!

POLÍTICA E COTIDIANO – ADIBERTO DE SOUZA – Toda reivindicação salarial é legal, mas em nome dela não se deve colocar a faca no pescoço da sociedade. Portanto, não se pode calar quando policiais civis ameaçam cruzar os braços durante os festejos juninos, um evento que envolve milhares de sergipanos e turistas. Lutar por reposição salarial é mais do que justo, porém deve haver outra forma de pressionar o governo sem deixar a população entregue à própria sorte, refém da bandidagem. Ademais, a Polícia Civil está entre as categorias de servidores estaduais mais bem pagas. A ameaça de não garantir a segurança da principal festa do estado é uma chantagem descabida, covarde e merece o repúdio dos sergipanos. Só Jesus na causa!

Bandeira verde

E o ex-deputado federal Almeida Lima (PV) é mesmo pré-candidato a prefeito de Aracaju. Além dele, o Partido Verde também pretende disputar as prefeituras de Socorro e Tobias Barreto com Klewerton Siqueira e Magno Araújo. Para o PV chancelar a candidatura de Almeidinha deve ter exigido que ele não abandone a empreitada no meio do caminho, como fez em 2012, quando renunciou a candidatura a prefeito da capital em pleno debate da TV Sergipe. Homem, vôte!

Malandragem negada

Não convidem para o mesmo forrobodó os vereadores Armando Batalha Júnior (Cidadania) e Emília Corrêa (Patriota). O moço está invocado porque a oposicionista levantou suspeitas sobre as contratações de músicos para o próximo Forró Caju: “Não existem cartas marcadas para beneficiar fulano, cicrano ou beltrano”, jura Batalha. Tomara que Armando também defenda que a Prefeitura de Aracaju termine de pagar os cachês dos músicos e bandas nacionais que se apresentaram no Forro Caju do ano passado. Misericórdia!

Fábrica de monstros

Trancafiar um adolescente em um local sem higiene e cheio de outros garotos infratores não é ressocializá-lo. Seguramente, os jovens colocados no Centro de Atendimento ao Menor sairão dali pior do que entraram. Já está provado que, ao retornarem às ruas, os “hospedes” destes infectos depósitos humanos vão extravasar a raiva dilapidando o patrimônio alheio e ceifando as vidas de inocentes, pois onde foram encarcerados não lhes ensinaram a viver socialmente. Crendeuspai!

Sem médicos

A saída dos profissionais cubanos do Programa Mais Médico deixou sem assistência boa parte da comunidade rural sergipana. Poço Redondo é um bom exemplo deste descaso do governo federal com a saúde pública. Segundo o ex-deputado Jorge Araújo (PSD), 11 médicos cubanos atendiam a população daquele município. Hoje são apenas três médicos brasileiros, que não conseguem atender todos que precisam de assistência. Cruz, credo!

Contrabando liberado

Boa notícia para os contrabandistas: insatisfeitos por não terem suas reivindicações salariais – todas justas – atendidas, os auditores fiscais de Sergipe vão cruzar os braços. Mesmo sabendo que a paralisação só beneficiará os muambeiros, a categoria decidiu entrar em greve de 1º a 5 de julho próximo. Com os postos fiscais fechados, os sonegadores farão hora extra para contrabandear mais, o governo lamentará a evasão de recursos e os auditores festejarão o tiro no pé. Marminino!

Abra o olho

A exposição às telas de computadores, celulares e tablets por crianças e adolescentes pode afetar o sono, a atenção, o aprendizado, o sistema hormonal, a regulação do humor, o sistema osteoarticular, a audição e a visão. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, para crianças de 2 a 5 anos de idade, a recomendação é de uma hora por dia de permanência, ao todo, à frente de televisões, celulares, tablets e videogames. Acima dessa idade é recomendável o tempo de até duas horas. Ah, bom!

Comigo não, violão

E quem está uma fera com o governador Belivaldo Chagas (PSD) é o ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB). Tudo porque o pessedista teria dito que trabalha pra deixar os Valadares sozinhos, isolados politicamente. Segundo Vavá, se Chagas dependesse da caneta e do Diário Oficial, “essa tentativa de nos apagar do cenário político, de fato, já estaria se configurando”. O ex-senador conclui dizendo que Belivaldo está redondamente enganado, “pois o PSB não constrói prestígio usando a máquina e fazendo perseguições”. Danôsse!

Bacia avaliada

A Petrobras está avaliando a Bacia de Sergipe para descobrir o potencial produtivo de suas acumulações de petróleo e gás natural. Segundo o Valor Econômico, está previsto para este ano um teste de longa duração na área de Farfan, na costa sergipana. O objetivo é obter informações que subsidiarão os estudos para uma melhor caracterização da rocha-reservatório e dos fluidos desta área. Nos últimos anos, seis descobertas em águas profundas na Bacia de Sergipe foram confirmadas: Cumbe, Barra, Farfan, Muriú, Moita Bonita e Poço Verde. Muito bom!

Segurança privada

A Prefeitura de Aracaju vai gastar R$ 240 mil na contratação de segurança privada visando proteger os acessos e o entorno do Forró Caju. A justificativa é que cerca de 70% dos 180 guardas municipais de folga se recusaram a trabalhar extraordinariamente durante a festa. Contratada por dispensa de licitação, a empresa Barretos Eventos, Produção e Turismo oferecerá vigilantes desarmados, que atuarão nos dias 23, 24, 28 e 29 próximos. Então, tá!

Recorte de jornal

Publicado no jornal estanciano A Razão, em 24 de fevereiro de 1907.

Resumo dos jornais

 

Deixe seu comentário...