Gastando o tempo

Essa conjunção de marasmo político e vontade de aparecer estimula o “plantio” de fake news, geralmente com o intuito de desgastar os adversários e até mesmo aliados.

POLÍTICA E COTIDIANO – ADIBERTO DE SOUZA – Com quase nada pra fazer neste ano sem eleições, muitos políticos sem mandatos gastam o tempo à procura de um fato para ocupar espaços na mídia. Eles sabem que ficar longe da imprensa significa perder terreno na hora de a onça beber água. Essa conjunção de marasmo político e vontade de aparecer estimula o “plantio” de fake news, geralmente com o intuito de desgastar os adversários e até mesmo aliados. E aí surge todo tipo fofoca: enquanto uns alardeiam rompimentos políticos, outros denunciam impensáveis acordos por debaixo dos panos. Essa fase de mexerico vai perdurar até o começo do próximo ano, quando se iniciam pra valer as articulações de bastidores. Portanto, não se deve dar muita atenção para tudo que se diz sobre a formação dos times que disputarão as eleições de 2020, pois muita coisa não passa de intriga da oposição. Homem, vôte!

Banco dos réus

A ex-prefeita de Carmópolis, Esmeralda Cruz, terá que devolver aos cofres públicos mais de R$ 1,2 milhão, além de pagar uma multa de R$ 70 mil. Ela e o ex-secretário Willams Andrade Santos foram condenados sob a acusação de terem contratado empresas sem a devida licitação. A denúncia contra Esmeralda e Willams foi feita pelo Ministério Público Estadual e a condenação cabe recurso. Aff Maria!

Respeito é bom

O espaço público é o ambiente mais citado por mulheres jovens como local em que não há segurança e onde elas se sentem mais desrespeitadas. Pesquisa da organização Énóis Inteligência Jovem indica que o 72% dos assédios físicos ocorreram com desconhecidos em transporte público, baladas ou parques. Cerca de 94% das entrevistadas relataram que já foram assediadas verbalmente nas ruas e 77% disseram que o assédio foi físico, desde estupro até o toque ou beijo forçado na balada. Cruz, credo!

De volta ao batente

E quem está de volta ao batente é o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). Após 16 dias de merecidas férias, o comunista reassumiu, ontem, a administração de Aracaju, que vinha sendo tocada pelo vereador Josenito Vitale (PSD). Com a bateria recarregada, Nogueira disse que retoma o trabalho com muita disposição “para fazer mais e melhor pelos aracajuanos”. Então, tá!

Nas ondas do rádio

A Rádio Aperipê/AM está completando 80 anos. Inaugurada em 30 de junho de 1939 pelo interventor federal Eronildes de Carvalho, a antiga Difusora foi a única rádio de Sergipe durante 14 anos. Para comemorar as oito décadas da antiga PRJ6, a Fundação de Cultura e Arte Aperipê preparou uma extensa programação. Durante todo o mês, vários programas trocarão o estúdio pelos mercados públicos de Aracaju. No dia 30, será transmitido um programa especial direto da casa de shows Gonzagão, localizada no conjunto Augusto Franco. Legal!

Obra não sai

A bancada federal de Sergipe precisa fechar questão em defesa da duplicação do trecho da BR-101 em Sergipe. Quem pensa assim é o deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB). Segundo ele, o governo federal está enganando os sergipanos ao prometer concluir a obra, que se arrasta por 25 anos: Zezinho disse que o Ministério da Infraestrutura dispõe de R$ 18 milhões, bem menos do que os R$ 100 milhões necessários para concluir a duplicação. “Nossa bancada tem que exigir respeito aos sergipanos”, reclama Zezinho. Crendeuspai!

Pedra da morte

A pedra da morte custa uma ninharia e está ao alcance de todos. Atrai, indistintamente, ricos e pobres, crianças e adultos, desempregados e trabalhadores. O crack invadiu as cidades do interior e as fazendas. Subproduto da cocaína, a droga virou uma epidemia nacional, que causa dependência e morte aos usuários. Uma lástima!

Preço do gás

O preço do gás natural praticado em Sergipe está preocupando o deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania). E para esclarecer os últimos reajustes, o parlamentar convidou diretores da Sergás e da Agência Reguladora de Sergipe para um debate na Assembleia. Passos garante que o reajuste médio de 1,32% aplicado ao gás natural foi determinante para o fechamento da cerâmica Escurial, em Socorro. Danôsse!

Aposta no comércio

“Compre nas lojas de Itabaiana”. Este é o mote da campanha lançada pelo CDL itabaianense visando impulsionar as vendas do comércio serrano. O prefeito Valmir de Francisquinho (PR) fez questão de prestigiar o lançamento da campanha. Segundo ele, como um entusiasta do comércio de Itabaiana, não poderia deixar de comparecer ao evento para parabenizar o presidente do CDL, Jamisson Barbosa. Ah, bom!

Que bandeira!

O abandono da Praça da Bandeira foi criticado pelo vereador aracajuano Anderson de Tuca (PRTB). Ele estranhou a ausência da Bandeira do Brasil, que sempre ficava hasteada no centro do logradouro. Também protestou contra o fechamento do Museu da Bandeira, localizado no lado esquerdo da praça, e “que era muito visitado pelos estudantes interessados na história da nossa Bandeira”. Marminino!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal do Aracaju, em 30 de março de 1873

Resumo dos jornais

 

Deixe seu comentário...