Governador entrega equipamentos e firma parcerias para o desenvolvimento agrícola

O governador firmou parcerias com diversas instituições no intuito de buscar o desenvolvimento.

SERGIPE – Os equipamentos irão beneficiar as comunidades dos municípios de São Domingos, Gararu, Boquim, Divina Pastora, Riachuelo, Malhador, Macambira, Frei Paulo, Tomar do Geru, Japoatã, Nossa Senhora do Socorro e Pinhão. Na ocasião, o governador firmou parcerias com diversas instituições no intuito de buscar o desenvolvimento científico, tecnológico e a promoção de estudos e pesquisas nas áreas das ciências agrárias

Com o objetivo de fortalecer cada vez mais a agricultura familiar em projetos de assentamentos da reforma agrária e comunidades tradicionais de Sergipe, o governador Belivaldo Chagas e a vice-governadora Eliane Aquino entregaram, nesta-sexta, 1º  de março,  11 tratores, 12 grades aradoras e 12 carretas. Na ocasião, o governo do Estado firmou parcerias com diversas instituições no intuito de buscar o desenvolvimento científico, tecnológico nas áreas das ciências agrárias, assim como para a realização do XI Congresso Brasileiro de Agroecologia (CBA), que será realizado no período de 04 a 07 de novembro 2019, em Aracaju.

Os equipamentos irão beneficiar as comunidades dos municípios de São Domingos, Gararu, Boquim, Divina Pastora, Riachuelo, Malhador, Macambira, Frei Paulo, Tomar do Geru, Japoatã, Nossa Senhora do Socorro e Pinhão.

“São implementos agrícolas, tratores, caçambas, equipamentos que estão sendo entregues hoje para que o agricultor possa arar sua terra e se preparar para o momento certo da chuva, jogar a semente na terra. Tivemos uma excelente safra em 2017, uma queda grande em 2018 pela falta de chuvas. Porém, a expectativa é de que em 2019 possamos recuperar a safra”, avaliou o governador.

Na oportunidade, Belivaldo informou que o governo já está trabalhando no processo de aquisição de sementes forrageiras para a safra deste ano. “Estamos trabalhando no sentido de adquirir sementes e fazer com que os produtores possam ampliar a área de atuação. Até o fim de março, vamos discutir  como vai funcionar um projeto piloto para a plantação de palma, que será distribuída em forma de mudas. Vamos reativar o Programa Mais Palma, principalmente na área do Sertão, já que a palma é o alimento que ajuda a alimentação do gado na época da seca. A palma tem o diferencial, apesar de não ser tão rica em nutrientes, tem muito líquido, o que ajuda o gado na questão da falta da água”, revelou.

A aquisição dos equipamentos agrícolas contou com um investimento total é de R$ 1,2 milhão, fruto de uma emenda parlamentar do deputado federal João Daniel, recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário e contrapartida do governo do Estado. “São investimentos que serão utilizados, especialmente, na agricultura familiar e em áreas de reforma agrária. Eu quero agradecer ao governador Belivaldo Chagas, e também ao ex-governador Jackson Barreto, que junto com a Seagri tem executado com carinho emendas em todas as áreas e esta em especial que vai beneficiar esses 12 municípios”, ressaltou o  deputado federal João Daniel.

O secretário de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), André Bomfim, informou que os agricultores  também receberão capacitações para o manuseio dos equipamentos. “A Secretaria da Agricultura, além da entrega dos tratores, pensou juntamente com Universidade Federal de Sergipe em assinar um termo de cooperação para auxiliar esses agricultores a saberem como melhor manusear esses equipamentos. Então, nas próximas semanas, a Universidade e a Seagri ofertarão capacitações em mecanização agrícolas para essas prefeituras e agricultores familiares”, informou o secretário.

Para o prefeito do município de Japoatã, José Magno da Silva, os equipamentos irão fomentar ainda mais a agricultura familiar no município. “Nosso município tem muita água, muitas terras férteis e um povo que necessita de trabalho e geração de emprego e essa é uma mão estendida para aquele povo”, ressaltou.

A trabalhadora rural, Gildete Silvestre, comemora a entrega dos equipamentos. “Faço parte do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Japoatã, um movimento de trabalhadores que atua junto com a Fetase. Como trabalhamos no campo, precisamos muito desses equipamentos e materiais, vieram em boa hora e espero que os trabalhadores se unam para usar bem. Lá em Japoatã temos a produção de mandioca, milho e feijão e esses equipamentos vão ser muito uteis”, declarou.

Parcerias

Durante o evento, também foram assinadas parcerias com diversas instituições.  Foi firmado termo de cooperação técnica entre a Seagri, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Universidade Federal de Sergipe (UFS) e o Instituto Federal de Sergipe (IFS) com o objetivo de viabilizar a realização do XI Congresso Brasileiro de Agroecologia (CBA), no período de 04 a 07 de novembro 2019, com o lema “Ecologia de Saberes: Ciência, Cultura e Arte na Democratização dos Sistemas Agroalimentares”; e da VI Semana Acadêmica da UFS (Semac).

“Com essas parcerias entre a UFS, Embrapa e IFS, nós vamos buscar o desenvolvimento científico e tecnológico e a capacitação dos agricultores. Eles estando capacitados e com o conhecimento da ciência, automaticamente, vão fazer com que isso se replique lá na ponta, na hora da sua plantação, da sua colheita. E Sergipe passa a ser reconhecido, com isso, como um estado que usa a tecnologia, a ciência para fazer com que a agricultura se desenvolva cada vez melhor”, ressaltou o governador.

Um segundo termo de cooperação foi firmado com a UFS com foco na promoção de estudos e pesquisas nas áreas das ciências agrárias, com foco em sua aplicabilidade na realidade sergipana; e na capacitação dos pequenos agricultores no manejo e aplicação de tecnologias rurais adaptadas a realidade sergipana nas áreas de Agroecologia; Manejo e Conservação do solo; Mecanização Agrícola; Irrigação; Extensão Rural; Fitossanidade; Recursos Florestais; Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Recursos Pesqueiros; Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Para o reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Ângelo Antonioll, a parceria com o governo do Estado tende a se refletir em desenvolvimento para a área. “Certamente esse encontro em agroecologia vai marcar a integração entre a Universidade e a Secretaria de Estado da Agricultura, e não só a Seagri, mas todos aqueles que fazem parte desse arranjo. Isso deverá culminar em um debate interno unificando todas as forças de Sergipe para o desenvolvimento agrário. Temos que nos integrar e fomentar os projetos em prol desenvolvimento agrário do estado”, frisou.

ASN

FOTO: Marco Vieira

 

Deixe seu comentário...