Governo abre duas salas exclusivas para cirurgias oncológicas

As ações são essenciais para a melhoria da qualidade de vida do paciente oncológico.

SERGIPE – Os avanços e a assistência para o tratamento dos pacientes oncológicos por parte do Governo do Estado não param. Isso pode ser demonstrado através de dados estatísticos fornecidos pelo Centro de Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), que durante este ano realizou mais de 600 cirurgias oncológicas. Esse feito só foi possível, graças a uma recente ação entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Gestão do hospital para a abertura, no segundo semestre, de duas salas exclusivas para as cirurgias oncológicas, dando maior resolutividade às demandas.

Além disso, no tratamento de radioterapia, 612 pacientes já concluíram o tratamento durante esse período e isso também foi possível com a abertura do terceiro turno que continua funcionando há um ano e salvando vidas, como explica a física médica do Huse, Katiúcia Bomfim. “Estamos com dois equipamentos de acelerador linear e que estão tratando os pacientes muito bem e sem atrasos. Com o terceiro turno funcionando há um ano, os pacientes conseguem concluir seu tratamento com sucesso e sem interrupções. Isso é maravilhoso para o paciente que tem suas sessões dentro do prazo estabelecido pelo médico”, explicou.

A unidade realizou 14.216 sessões de quimioterapia. Desse total, 13.359 foram sessões de quimioterapia adulto e 857 sessões de quimioterapia infantil. A coordenadora da Oncologia do Huse, Meire Jane Oliveira, explica que a preocupação do Governo do Estado, em conjunto com a gestão do hospital são essenciais para aumentarem as possibilidades de cura da doença, pois são tratamentos essenciais para a melhoria da qualidade de vida do paciente oncológico.

“A detecção precoce do câncer, aliado ao acesso do tratamento são essenciais para aumentarem as possibilidades de cura da pessoa afetadas pela doença. Radioterapia, quimioterapia, cirurgias oncológicas, internamento, diversas especialidades, aquisição de mais medicações são alguns dos avanços que o governo está investindo no que diz respeito ao tratamento oncológico aqui no Huse”, destacou a coordenadora da Oncologia do Huse.

O governo também tem investido em parcerias para o tratamento oncológico com a ampliação de contrato para prestação de serviços aos pacientes do SUS. A Clinradi, um dos parceiros, disponibiliza exames de ressonância e tomografia, com e sem contraste e sedação, assim como, pela primeira vez, o exame de PET Scan, para os serviços de oncologia. Além disso, vem trabalhando para regularizar a programação de compras dos medicamentos oncológicos para os pacientes do SUS. O resultado surge com a evolução de 74,4% para 95,3% no índice de abastecimento na farmácia do Huse.

FONTE – SES/SE

Deixe seu comentário...