Governo de Sergipe lança campanha para reduzir crise hídrica no Estado

Essa ação pontual visa o combate à fraude para garantir o consumo racional da água

SERGIPE – A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) começou a colocar em prática a determinação do Governo do Estado de Sergipe de combater as fraudes das ligações clandestinas de água, conhecidas popularmente como “gatos”. A ordem partiu do governador Belivaldo Chagas, no último dia 14 de março, no programa exibido nas redes sociais do governo e pela TV Aperipê, “Papo Reto”.

A ação foi iniciada em alguns bairros da capital e cidades do interior com os técnicos da Deso fiscalizando as residências com suspeita de ligação clandestina. Segundo dados levantados pela Companhia, dos 384 milhões de litros de água disponibilizados diariamente, cerca de 48% são desviados clandestinamente, o que acarreta em prejuízos para a população, já que a ligação clandestina o consumo é indiscriminado, lesa a empresa e obriga a um aumento nos custos da prestação do serviço.

Segundo o diretor de Operações da Deso, Carlos Anderson Pedreira, o alto índice de desvios clandestinos é uma das causas de problemas no abastecimento. “Se não houvesse a grande quantidade de desvios, o serviço seria ainda mais eficiente. Além disso, teríamos uma grande diminuição de custos empenhados em matéria-prima, produção, energia elétrica, etc. durante as ações de reparos. Se não desviassem a água, muito provavelmente iríamos retirar muito menos dos mananciais. A maioria das perdas de água em nosso estado tem relação com desvios ilegais”, explica.

Apoio da população

A população tem papel importante nesse processo que o Governo de Sergipe inicia para coibir as ligações clandestinas de água. “A Deso faz a parte dela e a população precisa ajudar nesse momento, regularizando a ligação clandestina e denunciando o uso ilegal de água”, apela o diretor.

Carlos Anderson explica que se o imóvel estiver ligado à Rede Pública de distribuição de água, mas não possuir cadastro no Sistema Comercial da Deso, é importante que o responsável procure um dos Postos de Atendimento da Deso, com a cópia da carteira de identidade e CPF do proprietário do imóvel, bem como documento do imóvel.

O cidadão que tiver a iniciativa de regularizar a situação junto a Deso vai ser beneficiado com a redução no custo da religação, de 20% do valor e, além disso, esse valor poderá ser parcelado.

Segundo o diretor comercial e financeiro da Deso, Wanderlê Dias Correia, o objetivo principal dessa campanha não é de punir, é dar oportunidade para que as pessoas regularizarem sua situação dentro da empresa. “O intuito da ação é conseguir combater o uso irregular da água por meio da conscientização da população, antes que as ações comecem de fato a punir e extinguir as ligações clandestinas com as medidas criminais cabíveis”, disse o diretor.

Ainda de acordo com Wandeclê Correia, as pessoas serão informadas dessas ações e será dado um prazo para a regularização. “Inclusive a Deso estará presente na comunidade com o atendimento social e assim todos serão beneficiados, tanto a população que terá agua com regularidade, como o meio ambiente que vai precisar de menos retirada de água em seus mananciais e a também a empresa que terá mais recursos para investir na qualidade de serviço para população”, completa o diretor comercial e financeiro.

O número para denúncias da presença de desvios ilegais é o 08000790195.  “Com essa ação a população estará ajudando a manter sua cidade, bairro abastecido e garantir a redução da crise hídrica do Estado”, completa o diretor.

ASN

Deixe seu comentário...