Irritado, Belivaldo avisa: “ele vai ter que dizer na justiça quem é desonesto”

É preciso que ele tenha responsabilidade com aquilo que fala.

SERGIPE – O governador Belivaldo Chagas (PSD) demonstrou estar muito irritado com as declarações feitas pelo representante da empresa que construiu a carreta da saúde da mulher, que inclusive já está em Sergipe.

Nesta quinta-feira (31) o representante da empresa, o empresário Márcio Guiton, disse em entrevista às emissoras de rádio que “talvez a dificuldade para pagar a carreta seria para representantes da SES serem beneficiados”.

Essa declaração deixou o governador muito irritado e em entrevista à radialista Magna Santa, Balivaldo afirmou que “vou interpelar esse cidadão na justiça para que ele diga quem, em algum momento, por não ter efetuado o pagamento até agora, tentou suborná-lo. É preciso que ele tenha responsabilidade com aquilo que fala”, disse Belivaldo.

O governador vai mais além e diz que só tratará sobre o pagamento, após ouvi-lo na justiça. “Ele colocou em dúvida a honestidade das pessoas que fazem a secretaria de saúde de forma irresponsável. Portanto devo sim dizer que temos interesse em resolver o problema, mas só resolverei depois que ouvi-lo judicialmente, É preciso que ele tenha responsabilidade com a fala dele, porque ele não está tratando com menino”, avisou o governador.

Belivaldo explicou ainda que já havia tentado resolver o problema, ao fazer proposta para pagar em duas ou três vezes, porém o representante da empresa teria recusado. “Ele não aceitou e agora vem a Sergipe, traz a carreta e da uma declaração infeliz, numa rádio, colocando em dúvida, dizendo que se alguém tiver achando que essa dificuldade toda é pra buscar benefícios de forma não republicana eles estão enganados. Portando eu vou exigir desse cidadão que ele diga na justiça se alguém em algum momento tentou suborná-lo. Mas isso na justiça, não em emissora de rádio. Ele vai ter que dizer na justiça quem é desonesto”, avisou o governador.

Ao final, Belivaldo disse que tem interesse em ficar com a carreta, mas que não deixará de quitar os débitos com os hospitais. O governador voltou a explicar que o dinheiro não foi direcionado para a compra da carreta e que essa verba foi devolvida pelo TCE ao governo do estado. Belivaldo disse ainda que todo atendimento às mulheres estão sendo realizados.

Por Munir Darrage

Deixe seu comentário...