Jovem Aprendiz: Emurb acolhe quinta turma e confirma êxito do programa

Esta nova turma já está realizando tarefas administrativas e tendo as primeiras experiências de trabalho.

ARACAJU/SE – Oportunizar a jovens e adolescentes os primeiros contatos com o mercado de trabalho e acesso a um bojo de conhecimento que envolve práticas sociais, teorias mercadológicas e metodologias que potencializam as capacidades cognitivas. Estes são os pilares do Programa Jovem Aprendiz, uma parceria entre a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) e o Serviço Nacional do Comércio (Senac), que já vai para a quinta turma este ano e confirma o sucesso do programa e da parceria.

Durante o curso, dividido entre atividades práticas na Emurb e ensinamentos teóricos no Senac, os jovens têm aulas sobre Desenvolvimento Social e Profissional, Introdução à Administração, Técnicas de Serviços Administrativos, Matemática Básica, Princípios da Qualidade Aplicados ao Trabalho, Empregabilidade e Empreendedorismo, Português Básico, Redação Empresarial e Arte e Educação.

Esta nova turma já está realizando tarefas administrativas e tendo as primeiras experiências de trabalho, na condição de aprendiz. É o caso de Leonardo Vieira, que afirma que a experiência adquirida tem contribuído para o seu aprendizado. “Enquanto no Senac tenho acesso aos conceitos básicos, aqui na Emurb consigo colocar em prática, e tem sido muito bom para mim”, relata o jovem, que tem sido elogiado pela sua desenvoltura por quem procura os serviços da empresa municipal.

Já a estudante Franciele Pereira tem mergulhado em um ambiente novo para ela, que é o universo da engenharia, das obras e das leis urbanísticas. “Este curso é muito importante porque, enquanto no Senac eu tenho acesso a um conhecimento, aqui vejo vários outros, e isto só acrescenta para futuramente eu poder utilizá-los”, diz. Pensamento idêntico tem Kauan Santos, de 15 anos, que está em sua primeira experiência profissional e tem avaliado como positiva. “A gente chega com timidez e atento a tudo para não errar. Para se ter uma ideia, eu sequer sabia manusear o computador, mas, hoje, já arquivo documentos e levo em outros setores e ajudo no atendimento do telefone, coisas que estão contribuindo para minha formação futura”, enfatiza.

Débora Carvalho é outra aprendiz, mas já está em sua segunda experiência e relata a diferença que sente. “A forma de me comunicar mudou bastante e fico muito feliz por isso. Aqui eu desempenho minhas funções e ainda faço parte do do Coral da Emurb e isto me fez pensar mais em ajudar o próximo”, conta Débora, que atua protocolando solicitações feitas pela população.

Responsabilidade Social

De acordo com o secretário municipal da Infraestrutura, Sérgio Ferrari, o programa tem se mostrado muito importante e revelado talentos aproveitados na empresa municipal e outros órgãos. “É impressionante a capacidade de aprendizagem destes jovens. Quando os encontro, faço questão de conversar para tentar entender o que se passa em suas cabeças, suas dificuldades e até ouço sugestões. Sem contar que trata-se de um programa de inclusão social já que grande parte destes aprendizes são oriundos de comunidades populares. Nesse sentido, a Emurb abraça a ideia da responsabilidade social e comemora os resultados do programa”, pontua.

FONTE & FOTO: Assessoria

Deixe seu comentário...