La Cidade de Papel: Aracaju chamou, Edvaldo voltou e o que a “lama” não levou?

Os terminais de integração seguem sucateados e o sistema de transporte coletivo ainda deixa muito a desejar.

POLITIZANDO – HABACUQUE VILACORTE – “A cidade parou/está tudo travado/ volta Edvaldo/ volta Edvaldo/ a rua esburacada/ é lixo para todo lado/ volta Edvaldo/ volta Edvaldo/ chama Edvaldo que ele volta/ para nos mostrar uma saída/ chama Edvaldo que ele volta/ Nossa qualidade de vida/ volta!”. O hit acima foi cantado e dançado, incansavelmente na campanha eleitoral de 2016, onde o marketing do então candidato a prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), “invadiu” a periferia da capital “vendendo” a imagem de um gestor que conhecia os problemas da cidade e tinha competência para resolvê-los.

Edvaldo fez aquelas campanha com dois “nortes”: no 1º turno atacar com veemência a gestão do então prefeito João Alves Filho (DEM), que realmente deixou muito a desejar e que por uma série de equívocos da gestão ajudou a candidatura do PCdoB a prosperar; já no 2º turno Edvaldo concentrou seu marketing apenas para deixar transparecer uma aliança política entre o prefeito desgastado e seu adversário Valadares Filho (PSB), que não conseguiu dissociar-se dessa estratégia. Enfim, o atual gestor ganhou e passou a propagar que “agora Aracaju tem prefeito”.

Pois bem, já se passaram quase três anos daquela eleição e o “carro-chefe” da gestão do “prefeitão” Edvaldo Nogueira é o pagamento dos salários do funcionalismo público dentro do mês trabalhado. O que antes era obrigação constitucional, em tempos de crise, virou “excelência” e “modelo”. Os terminais de integração seguem sucateados e o sistema de transporte coletivo ainda deixa muito a desejar; a Saúde pública virou um caos, os postos deixaram de atender em horário estendido, a reforma das unidades e até a UPA Nestor Piva – privatizada – passou por contratos emergenciais. Melhor nem falar da já questionada licitação das feiras livres…

Aliás, a gestão de Edvaldo é “referência” sim, mas em promover esses acordos emergenciais. Além desses dois casos da Saúde, como não lembrar a polêmica do lixo de que até hoje tramita na Justiça? Quem não se recorda daquele impasse com a TORRE? E quanto a PMA ainda deve à empresa CAVO? Voltando aos serviços públicos, em 2016 o então candidato criticava muito a gestão anterior pela falta de mobilidade urbana da cidade. Mas o que mudou? Até a obra da Avenida Euclides Figueiredo, idealizada por João Alves, parece “abandonada”, com protestos contínuos dos moradores da região.

O “planejamento” da gestão atual chega a “impressionar”! Enquanto os bairros da cidade estão sofrendo com tantos buracos, a PMA decide “renovar” o asfalto de toda extensão da Avenida Beira Mar (onde menos precisava), gerando um “caos” no trânsito com serviços sendo realizados durante o dia e durante o período de chuvas. Edvaldo só esqueceu de “planejar” o Forró Caju. Estamos no dia 8 de junho, faltando menos de 20 dias para o São João e o São Pedro, e hotéis e pousadas, bares e restaurantes, o comércio local, ninguém sabe qual a programação e até se o evento será realizado! Como atrair turistas assim? É assim que Aracaju é uma cidade “inteligente”?

A semana terminou com um cenário triste para Aracaju. Em menos de 48 horas de chuvas contínuas, a capital da “qualidade de vida”, tão prometida em 2016 e tão propagada de lá para cá, ficou “submersa”. Ruas alagadas e bloqueadas, congestionamentos, veículos danificados, semáforos intermitentes e comerciantes e moradores prejudicados. A periferia que cantou e dançou o hit do marketing de Edvaldo, acordou na “lama” e o inverno nem chegou ainda. “La cidade de Papel” não resistiu a tanta água e “se desmanchou”. Aracaju chamou, Edvaldo voltou e o que esse “mar de lama” não levou? Eis a questão…

Veja essa!

As chuvas dessa semana “borraram” a imagem que vinha sendo construída pelo marketing do prefeito/pré-candidato Edvaldo Nogueira. A cidade está muito distante da “qualidade de vida”, o gestor pode e tem que fazer muito mais por Aracaju, mas pode esbarrar em uma estrutura “fatiada” e “politizada” que ele montou na PMA.

E essa!

É importante que a população de Aracaju também tenha consciência e passe a avaliar melhor seus representantes na Câmara Municipal. Ressalvando algumas valorosas exceções, o que impera naquele parlamento é a “lei do silêncio”. Nem parece que a cidade tem problemas. É hora de, pelo menos, começar a definir em quem não deve confiar o voto no próximo ano…

CMA omissa!

Todos esses problemas de mobilidade que vieram a tona após dois dias chuvosos em Aracaju não são responsabilidade apenas do prefeito Edvaldo. Isso se arrasta há vários anos, é verdade, mas fica pior quando se tem uma Câmara de Vereadores “omissa”, de uma forma geral, que não se impõe e nem se respeita junto ao Executivo. Hoje aquela Casa mais parece uma “secretaria”, um “puxadinho” da PMA…

E o Plano Diretor?

A prova maior da falta de compromisso da maioria dos atuais vereadores de Aracaju está na falta de uma discussão ampla e séria em torno do Plano Diretor. Talvez para não desagradar alguns empresários “sonoros”, gente da construção civil, a maioria do parlamento nem toca no assunto. E a cidade “afundando” na lama…

Memes&Memes

O aracajuano não perdeu tempo e passou a ironizar sua própria cidade, a falta de gestão. Desculpando o trocadilho, “choveram” memes nas redes sociais, inclusive com muitas sátiras sobre o prefeito Edvaldo Nogueira. Depois de 15 dias de férias na Europa, espera-se que ele resolva os problemas da cidade agora com muita disposição…

Edvaldo Nogueira I

O prefeito Edvaldo Nogueira reuniu o Gabinete de Crise para discutir a ampliação do trabalho de enfrentamento aos efeitos das chuvas em Aracaju. Nas últimas 24 horas, o índice pluviométrico sobre o município superou as previsões e chegou a 132 mm, ocasionando transtornos em várias regiões. Na reunião, Edvaldo determinou a ampliação do número de equipes das empresas municipais de Obras (Emurb) e Serviços Urbanos (Emsurb), que trabalham na desobstrução das bocas de lobo e rede de drenagem, no recolhimento de entulhos e árvores e na limpeza dos canais, ruas e avenidas.

Edvaldo Nogueira II

Ele também estabeleceu que a Superintendência de Transporte e Trânsito envie agentes para as áreas engarrafadas e com alagamentos, além de determinar o aumento no número de profissionais da Defesa Civil e da Assistência Social em atuação no monitoramento das áreas de risco.”A Prefeitura de Aracaju possui um Plano de Contingência e uma ação coordenada para situações como a que estamos vivendo nas últimas 24 horas, com estas chuvas. Houve um aumento do índice esperado e é inevitável a ocorrência de transtornos, mas estamos trabalhando para minimizar os efeitos e dar o suporte necessário para que a cidade possa passar por este momento”, afirmou o prefeito.

Audiência Pública

Por iniciativa do deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB), a Assembleia Legislativa promove nesta segunda-feira (10), a partir das 8 horas, uma audiência pública com um amplo debate sobre o tratamento e fornecimento de água, coleta e tratamento de esgoto sanitário, crime ambiental e, principalmente, sobre a cobrança indevida e abusiva da taxa de esgoto.

Violência I

Sergipe inteiro ficou estarrecido com o assassinato do então secretário de Assuntos Institucionais e Defesa Social de Itabaiana, Rauan Stefani Santos, morto a tiros em um conhecido restaurante do município, localizado na BR-235. O homicídio está sendo investigado pela Secretaria de Segurança Pública, mas pela “frieza” do autor, passa a impressão de ter sido “crime de mando” e que teria sido cometido por um “pistoleiro profissional”, pela habilidade no manuseio das duas armas.

Violência II

Este colunista não conhecia o auxiliar do prefeito Valmir de Francisquinho, mas os rumores dão conta que o assassinato nada tem a ver com a administração, mas com assuntos particulares de Rauan. É evidente que a SSP não pode ser onipresente, mas a escolha de um ambiente aberto e movimentado para o crime, sinaliza que a preocupação com a polícia para os bandidos vai ficando em segundo plano…

Até o carro do ovo!

A sensação de violência está crescendo tanto em Sergipe que nem o carro do povo escapou da ação dos bandidos. Essa semana, no bairro Santa Maria, em Aracaju, um bandido tentou roubar a renda do negócio informal e findou baleado. Chegou a ser levado para a UPA Fernando Franco, mas não resistiu aos ferimentos e veio à óbito. Sergipe a ferro e fogo…

Samu I

Segundo o programa “Cidade Alerta” do deputado Gilmar Carvalho na TV Atalaia, a OAB/SE está denunciando a Secretaria de Estado de Saúde por algo já exposto por este colunista: o descaso em que se encontra o prédio onde funciona o SAMU em Sergipe. Além da falta de estrutura para o trabalho, os rádios de monitoramento não funcionam e os servidores operam com seus celulares particulares.

Samu II

Os servidores tiveram que levar micro-ondas, colchão e televisão. Outra denúncia grave colocada pela presidente da Comissão de Direito Médico e Saúde da OAB, Clarissa Marques França, é sobre suposto nepotismo no Samu. Ela confirmou que a Ordem já oficiou a Secretaria em busca de informações a respeito. Gaelguinho, galeguinho…

Belivas à Bolsonaro!

Sem dialogar com o Legislativo, e já temendo não conseguir aprovar uma reforma própria da previdência na Assembleia, o governador Belivaldo Chagas assinou uma carta conjunta com os governadores do Nordeste defendendo a reforma da Previdência proposta por Jair Bolsonaro (PSD) ao Congresso Nacional. O “galeguinho” defende apenas que não mude a forma atual do Benefício de Prestação Continuada e nem a aposentadoria dos trabalhadores rurais. Faz também ressalva ao sistema de capitalização.

Buscar os votos

Para ter a reforma da Previdência aprovada, mediante entendimento com o presidente Jair Bolsonaro, Belivaldo terá que convencer os membros da bancada federal de Sergipe, em especial seus aliados, a votarem a favor como o senador Rogério Carvalho (PT) e os deputados federais João Daniel (PT), Fábio Mitidieri (PSD), Fábio Reis (MDB) e Fábio Henrique (PDT).

Exclusiva!

Comenta-se nos bastidores do governo que o presidente do Banco do Estado de Sergipe (Banese), Fernando Mota, não gostou nem um pouco da posse de Marco Antônio Queiroz na Secretaria de Estado da Fazenda. Há quem diga que Mota teria receio de algo. Chegou a informação do mal-estar durante a posse, essa semana…

Alô Banese!

Chegando com um grande desafio nas mãos e determinado a acertar, há quem defenda que Queiroz possa convencer o governador Belivaldo Chagas a “movimentar” as diretorias do Banese. Já existem rumores de possíveis mudanças diante de um novo método de trabalho. Vale aguardar…

FPE I

No Estado da notícia ruim, chega mais uma pra conta: Sergipe vai registrar ao final do mês de junho uma queda significativa no repasse correspondente ao Fundo de Participação dos Estados (FPE) que pode alcançar R$ 59 milhões, em comparação com o último mês. De acordo com o cronograma de repasse divulgado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), a redução será sentida já na parcela programada para ser depositada na conta do Estado de Sergipe nesta segunda-feira (10).

FPE II

Comparada à primeira parcela do mês de maio, a queda atingirá o valor de R$ 103 milhões. Na projeção da STN, no mês de junho os repasses para Sergipe devem perfazer uma redução de R$ 59 milhões para os cofres estaduais, o que provocará uma dificuldade ainda maior para o governo fechar as contas, uma vez que há um déficit financeiro expressivo, acumulado dos últimos anos de comportamento irregular do FPE, além de a economia brasileira ainda não apresentar sinais de reaquecimento.

Resolve aí, galeguinho!

Para o mês de julho, a Secretaria do Tesouro Nacional sinaliza para mais uma redução nos repasses do FPE, com uma melhora em agosto. Na avaliação da equipe técnica da Secretaria de Estado da Fazenda, o impacto nas receitas é em parte amortizado em função das ações na arrecadação do ICMS. O esforço do Governo do Estado é continuar aprimorando o planejamento financeiro para conseguir manter todos os pagamentos e compromissos dentro do cronograma que vem sendo executado nos últimos meses.

Machado no DEM I

O ex-deputado federal José Carlos Machado retornou ao Democratas (DEM). A filiação ocorreu essa semana em Brasília, na sede do partido, com as presenças do presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia, do deputado federal José Carlos Aleluia, que é vice-presidente da sigla, do deputado Pauderney Avelino, secretário-geral do DEM, e da senadora Maria do Carmo Alves.

Machado no DEM II

“O DEM é um partido que tem compromisso com as reformas, sobretudo, aquelas que levarão o país a uma nova fase de desenvolvimento, além da preocupação em muitas áreas, principalmente a geração de empregos, que eu entendo como o maior desafio da classe política hoje”, disse Machado, que foi filiado à legenda por muitos anos.

Laércio Oliveira I

O deputado federal Laércio assumiu o cargo de primeiro secretário a Frente Parlamentarem Defesa do Pescado, em evento realizado essa semana em Brasília, com a presença da ministra da Agricultura Tereza Cristina, produtores de diversos estados e parlamentares. O parlamentar vai trabalhar na construção de uma agenda legislativa para incentivar o crescimento do setor no país e também defender a conclusão das obras dos terminais pesqueiros, especialmente o de Sergipe, que é o mais avançado e considerado prioridade para o governo.

Laércio Oliveira II

Entre os objetivos da Frente estão o apoio à criação de projetos que visem à desburocratização, à regulamentação, à livre iniciativa, o estímulo à atividade pesqueira, o estabelecimento de acordos bilaterais de comércio e o fomento do mercado interno. “O Legislativo pode auxiliar muito a melhorar isso, ao ponto de transformar o Brasil em um grande país exportador de pescado”, ressaltou. O brasileiro come por ano aproximadamente 10 quilos da proteína, um índice ainda muito abaixo do recomendado pela Organização Mundial da Saúde, que é de 20 quilos.

Zezinho Sobral I

O deputado estadual Zezinho Sobral (Pode) esteve em visita ao sertão sergipano, especialmente nos municípios de Porto da Folha, Poço Redondo e Gararu. Dentre as ações, o deputado estadual aproveitou para verificar como está a rodovia estadual SE 315 nos trechos que abrangem as comunidades Lagoa do Boi, Poço Preto, Lagoa dos Bichos, Lagoa do Canto, Lagoa da Roça, Salitrado, Tanquinhos e adjacências, todas situadas no povoado Santa Rosa do Ermírio, município de Poço Redondo.

Zezinho Sobral II

“Encontrei a equipe do DER/SE fazendo reparos na estrada e recuperação de bueiros na SE 315, trecho que divide Poço Redondo e Porto da Folha, na Rota do Leite. Agradeci aos amigos do DER em atividade. Foi feita a recuperação da erosão, a ponta das alas e a drenagem. A SE 315 é a rodovia que liga Santa Rosa do Ermírio até a Rota do Sertão, perto de Lagoa Redonda. É uma rota de piçarra, mas é muito importante na coleta e distribuição do leite. É uma região que abastece o estado. Fiz uma solicitação à Sedurbs e ao DER para olhar com carinho os nossos irmãos sertanejos que precisam a Rota do Leite. Agradeço desde já por iniciar os trabalhos”, ressalta.

Fecomércio e BNB

Empresários do comércio varejista, atacadista e varejo de shopping centers se reuniram no NB Hotel, para a celebração de uma parceria entre a Fecomércio e o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), com a assinatura de um termo de cooperação entre as entidades, disponibilizando novas linhas de crédito e financiamentos para as empresas associadas aos sindicatos do Sistema Fecomércio de Sergipe. A celebração do contrato aconteceu em um evento promovido pela Associação dos Lojistas do Shopping Jardins (Alshop Jardins).

Parceria

O acordo assinado pelo presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, e pelo superintendente do BNB, Antônio César de Santana, tem a finalidade de elevar o otimismo dos empresários, com ofertas diferenciadas de crédito para as empresas dos sindicatos da Fecomércio, com o objetivo de alavancar os negócios, por meio do aumento de receita investida nas empresas do comércio de bens, serviços e turismo de Sergipe.

Laércio Oliveira

Com isso, os empreendedores têm oportunidades diferenciadas para captação de recursos do FNE, disponibilizados pelo banco. O presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, valorizou a nova parceria firmada, destacando que a entidade tem por finalidade promover ações que ajudem as empresas a se desenvolver, trabalhando pela retomada do crescimento econômico e geração de emprego e renda no estado.

Armando Batalha I

Em pouco mais de um mês de mandato e com quatro projetos de lei, o vereador Armando Batalha Júnior (Cidadania) encerrou a primeira semana de junho entusiasmado após a realização de uma inédita audiência pública sobre o pacote anticrime do Governo Federal. O tema foi amplamente debatido com nomes importantes do cenário jurídico sergipano e especialistas em segurança pública, além da deputada estadual Maísa Mitidieri (PSD).

Armando Batalha II

“Espero que a mesma alegria que toma conta do meu coração aqui seja compartilhada com vocês. Muito se fala sobre o pacote anticrime, as pessoas vão às ruas para defender ou criticar, e também se fala em caráter ideológico. Temos que fugir disso, é preciso que a educação seja a mola mestra de qualquer tipo de mudança”, declarou o vereador, que também é advogado especialista na área criminal.

 Maísa Mitidieri

Também advogada, a deputada Maísa Mitidieri agradeceu pela iniciativa e defendeu o livre debate entre a sociedade. “Quero parabenizar a iniciativa do vereador Armando Batalha Júnior. Se todas as pessoas tivessem noção da importância de debater temas e projetos de lei, a gente teria um melhor andamento delas. Sou advogada, mas também estou como política. Não podemos generalizar tudo e todos, mas ter um pouco de cuidado com o que vem de todos os lados”, pontuou.

Meio Ambiente I

Por iniciativa da deputada estadual Kitty Lima (Cidadania), a Assembleia Legislativa de Sergipe promoveu, até o início da tarde dessa sexta-feira (7), uma audiência pública em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado na última quarta-feira (5). O evento contou com um debate amplo dos participantes e a falta de uma política efetiva de proteção ao Meio Ambiente foi o “centro das discussões”.

Meio Ambiente II

Entre os debatedores estava o promotor de Justiça do Ministério Público Estadual, Eduardo Matos. “Temos que ter mais preocupação do que preocupação com essa Semana. É um dos momentos mais críticos que vivemos em matéria ambiental. Nosso déficit em saneamento é de R$ 450 bilhões. O desmatamento da Amazônia é crítico e o eu questiono se o ministro mora mesmo no Brasil, porque ele parece viver no País de Alice dizendo que somos a Nação que mais preserva o meio ambiente”.

Eduardo Matos I

Em seguida, o promotor fez uma avaliação de que os próximos quatro anos serão de retrocesso do ponto de vista ambiental. “Estamos preocupados, inclusive com o desinteresse. O ambiente é o conjunto, é onde a gente vive! Com 37 anos de serviços públicos, tenho dificuldade de fazer uma audiência publica dessas, mas 90 milhões de pessoas votam (em um paredão) do Big Brother Brasil da Rede Globo. O grau de omissão! Não me pertence! E você respira o quê?”, questiona.

Eduardo Matos II

O promotor ainda falou da falta de efetividade das leis vigentes. Por fim, Eduardo Matos pontuou que “os ruralistas estão achando que vão desmatar a Amazônia toda e vão ganhar muito dinheiro. Vão quebrar a cara! O solo amazônico, sem a cobertura florestal, ele é pobre! Vão perder dinheiro! É um erro terrível!”, pontuou, criticando o ministro pelo encolhimento do Conselho Nacional do Meio Ambiente. “Uma democracia é o contraponto de forças e não é unanimidade, mas pontos de vista diferentes. Um retrocesso ambiental muito grande”.

Laura Jane

Outra debatedora no evento foi a professora Doutora do Departamento de Ciências Florestais da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Laura Jane. “Estamos tentando sensibilizar a sociedade da importância de se atentar para o Meio Ambiente, em especial, para as questões florestais no nosso Estado. Não é fácil plantar árvores! Tem que ter um empenho do ser humano para cultivá-las. O Parque Nacional de Itabaiana, por exemplo, protege as nascentes do rio Poxim que abastece a Grande Aracaju, ou seja, vem prestando um serviço ambiental e não recebe nada em troca”.

Mandato ajuda

Para a especialista, o mandato de Kitty Lima é fundamental para aproximar a Assembleia Legislativa desses temas. “Em Sergipe a gente não vê corredores ecológicos. A gente vê plantação de cana quase dentro do rio. E Alagoas, tão próximo, preserva muito mais. O diálogo é importante e isso aqui ainda é um tabu junto aos usineiros e plantadores de cana. As matas têm que ter um equilíbrio”.

Sem políticas públicas

“Não temos políticas públicas! Nossa cobertura florestal corresponde a 13% da cobertura do Estado e o Programa Estadual de florestas não saiu do papel com problemas no gabinete no governo. Havia uma meta de recuperar 1,2 mil hectares em 20 anos para dobrar de 13% para 26% de cobertura, gerando empregos, renda e cadeias produtivas”, completou Laura Jane.

 Kitty Lima

Diante de uma série de debates, com diversos representantes de entidades e segmentos, autora da audiência pública, a deputada Kitty Lima defendeu que cada movimento pudesse expor sua especificidade e suas dificuldades, colocando a realidade para que as demais pessoas possam entender e conhecer um pouco mais sobre o assunto. “Com certeza não temos o que comemorar aqui! Basta ver a realidade ambiental no plano federal e Sergipe está indo pelo mesmo caminho com o desmonte do meio ambiente. Muitas denúncias foram feitas, propostas colocadas, mas faltam políticas públicas no nosso Estado e esta Casa precisa tomar uma posição. Vamos levar esse debate adiante”, prometeu.

Alessandro Vieira I

O turismo é um dos principais geradores de emprego no estado, movimentando e impulsionando diversos setores da economia. No entanto, passa por um momento delicado. Nesse sentido, o senador Alessandro Vieira promove uma reunião ampliada para discutir “Os Caminhos para o Turismo Sergipano”, nesta segunda-feira (10), a partir das 9h30.

Alessandro Vieira II

O objetivo é dialogar com os principais atores do trade turístico sobre as soluções e perspectivas para o setor. Dentre os convidados estão parlamentares sergipanos, representantes do governo e de associações ligadas ao tema. O debate ocorrerá no Auditório do Shopping Casa Design (Av. Augusto Franco, 2980 – Ponto Novo, Aracaju).

Fetam I

O governo do estado anunciou que irá retomar o repasse do cofinanciamento dos Fundos Municipais de Assistência Social, durante reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB). A regularização do repasse tem sido uma pauta de reivindicação do Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS) e da Federação dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Sergipe (FETAM Sergipe) desde que o Governo do Estado suspendeu a transferência do recurso.

 Fetam II

A presidente da FETAM e vice-presidente do CEAS, Itanamara Guedes, participou do encontro, com o objetivo de informar sobre a realização da Conferência Estadual de Assistência Social, que acontece no dia 9 de outubro, e fazer um chamamento para os gestores municipais apoiarem e construírem a conferências municipais. Além da vice-presidente e dos gestores municipais, também estavam presentes na reunião a secretária de Estado da Inclusão Social, Lêda Couto, e da gerente da Proteção Social Especial de Alta Complexidade da Seit e presidente do CEAS, Kátia Ferreira.

Repasse

O repasse estadual, que será retomado a partir de junho, é da ordem de R$ 1 milhão mensal, sendo R$ 420.800 destinados para Proteção Social Básica em todos os 75 municípios sergipanos, e R$ 579.200 para os 38 municípios que ofertam serviços de alta e média complexidade que compõem a Proteção Social Especial. Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep) e serão utilizados para a manutenção da política de assistência social, a exemplo de programas e serviços executados pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) e unidades de acolhimento institucional.

Fábio Mitidieri

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) apresentou um projeto de lei que vai deixar a punição para casos de violência doméstica mais rigorosa. A intenção do parlamentar é tentar impedir o crescimento de casos de agressões contra mulheres. O PL 3299/19 aumenta a pena para esses casos, que hoje é de três meses a três anos de prisão, para um período que pode variar de um a cinco anos de reclusão.

Dores I

Depois do pronunciamento do Presidente da Câmara de Dores (vereador Hélio das Cruzes) o pai do prefeito Dr. Thiago (Gilberto Santos) foi a sessão no dia seguinte para verificar de perto a revolta do Presidente, mas teve o silêncio como resposta.

Dores II

Depois da sessão, para aliados mais próximos. Dr. Gilberto disse que “tudo não passava de fogo de palha” e que o Presidente “não tinha nada do que reclamar”, e que ele (Dr. Gilberto) continuará exercendo sua política e que o diálogo seguirá aberto, mas ele “não se renderá à pressão imposta pela Presidência da Câmara”. Gilberto quer “pagar para ver” até onde vai essa revolta…

 Lagarto

A Direção Municipal do Cidadania 23 de Lagarto, no último dia 1º, decidiu por maioria absoluta, que começará o trabalho de planejamento para as eleições de 2020. Como pauta principal o partido irá trabalhar a construção de uma candidatura própria ao paço municipal.  O Cidadania entende que chegou o momento de Lagarto apresentar alternativas ao tradicionalismo local, o partido se esforçará na construção de um bloco alternativo. O Nome do provável candidato do bloco alternativo será anunciado até Dezembro. As informações são do presidente Itamar Santana.

Daniel Aguiar

Quer fazer um bom negócio imobiliário? Está pensando em trocar de casa ou apartamento e quer realizar seu sonho de morar em um imóvel bem avaliado e com uma localização privilegiada? Entre em contato com o leitor da coluna e corretor de imóveis da Construtora Celi, Daniel Aguiar (Cresci 1795) e conheça esta oportunidade única de comprar seu apartamento no último terreno da Alameda das Árvores, em Aracaju. Maiores informações no 9-9939-7023.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

Deixe seu comentário...