Laércio Oliveira inaugura nova Escola Sesc em Aracaju

A nova Escola Sesc foi denominada “Escola Sesc Tia Lalia”, em homenagem à educadora Maria do Carmo Therezinha.

Compartilhe...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Print this page
Print

ARACAJU/SE – Em uma tarde de comemoração, o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Laércio Oliveira, na segunda-feira (03), inaugurou a nova unidade da Escola Sesc em Sergipe. Com amplas e modernas instalações, a nova Escola Sesc entrou em funcionamento, após a palavra do presidente, com a abertura do período letivo para 1.151 alunos. A nova escola está sediada no complexo onde funcionou o Grêmio Escolar Graccho Cardoso, escola que marcou a vida dos sergipanos por 65 anos de atividade. A inauguração contou com a presença de conselheiros e diretores do sistema, professores, alunos e familiares dos estudantes.

A nova Escola Sesc foi denominada “Escola Sesc Tia Lalia”, em homenagem à educadora Maria do Carmo Therezinha Lobão Ayres de Souza, carinhosamente conhecida como “Tia Lalia” por gerações de sergipanos que acompanharam a trajetória educacional da professora. Laércio Oliveira, no momento de abertura da escola, discursou fazendo alusão aos trabalhos exercidos na escola nos tempos de outrora, e afirmou que uma nova realidade passa a ser escrita na unidade educacional, ao inaugurar um dos maiores complexos educacionais do estado.

“O Sistema Fecomércio/Sesc/Senac neste momento assume uma grande responsabilidade, de levar o prédio em que funcionou o colégio Graccho, a um novo patamar na história da educação de Sergipe. Foram 65 anos de atividades do colégio, formando milhares de sergipanos. Agora temos a nobre missão de transformar vidas, formando nas crianças, cidadãos de bem que escreverão suas histórias a partir dessas salas de aula, que tiveram Tia Lalia como formadora e que o Sesc assume a missão honrosa de seguir com esse legado, levando educação de qualidade aos filhos dos comerciários de Sergipe. Trazer o nome de Tia Lalia para a Escola Sesc é uma grande responsabilidade pelo legado que ela deixou em várias gerações”, afirmou Laércio Oliveira.

A professora homenageada agradeceu a homenagem e contou um pouco da sua história de 84 anos de vida, sendo mais de 60 dedicados à atividade educacional.

“Minha vida é essa escola e para mim é uma felicidade imensa ser lembrada pelo Sesc ao dar meu nome para a nova escola, a nossa escola Sesc. Aqui vivi os melhores dias da minha vida, do meu trabalho e com meus alunos. Hoje o Sesc começa uma nova história que seguirá vitoriosa, como sua trajetória nas atividades do ensino. Estou muito feliz com o reconhecimento e mais feliz ainda por saber que o Sesc vai seguir em frente com esse trabalho lindo”, disse, emocionada, Tia Lalia.

A Escola Sesc Tia Lalia possui 16 salas de aula, com atendimento para alunos da educação infantil e ensino fundamental. O complexo foi adaptado para atender as adequações da Lei de Acessibilidade e contém quadra poliesportiva, parque aquático, salas para diversas atividades, laboratórios de ciências e informática, além de todos os equipamentos necessários para o desenvolvimento educacional e lúdico dos alunos filhos dos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo.

A diretora do Departamento Regional do Sesc, Aparecida Farias, lembrou que os trabalhos educacionais do Sesc em Sergipe estão em expansão e os investimentos para formar os cidadãos do futuro são feitos com o foco no desenvolvimento do processo educacional construtivista, destacou que a educação é um direito fundamental e permeia todo o trabalho realizado pela instituição, com o apoio do Departamento Nacional, sempre sensível às demandas da Administração Regional.

“A inauguração da Escola Sesc é um marco nessa área de atuação e vem se somar ao projeto de expansão implantado pelo presidente Laércio Oliveira, com o propósito de investir na melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores do comércio e seus familiares, diminuindo desta forma o abismo social existente no país, através do ensino, da aprendizagem e do desenvolvimento de habilidades e competências desde a infância até a terceira idade”, disse a diretora.

Por Márcio Rocha

Imagem: Luana Cardoso e Victória Valverde

Deixe seu comentário...