Laudo diz que “amônia” causou morte de peixes no Rio Sergipe

De acordo com o órgão, as amostragens foram realizadas no dia seguinte à ocorrência da mortandade de peixes.

LARANJEIRAS – A Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) concluiu o laudo técnico sobre a mortandade de peixes em um trecho do Rio Sergipe, na região do Povoado Pedra Branca, localizado no município de Laranjeiras em abril.

Segundo o laudo, em dois dos três pontos foi verificado a presença de oxigênio dissolvido. Em um ponto também constatado um valor de PH fora do permitido. O laudo também constatou concentração de amônia nos três pontos, e em todos eles a presença do composto químico estava abaixo do valor permitido pela legislação, mas que provocou a morte dos peixes.

Na área, de acordo com a Adema, a única empresa em atividade que manipula esse produto é a Fafen. De acordo com o órgão, as amostragens foram realizadas no dia seguinte à ocorrência da mortandade de peixes.

Por nota, a Petrobras informou que todos os efluentes da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados de Sergipe (Fafen-SE) são direcionados para um emissário submarino, a cerca de 5,5km da orla de Atalaia, em Aracaju, e a 30km de distância da fábrica. Além disso, não há lançamento de elementos no Rio Sergipe. A companhia disse que realiza periodicamente monitoramento ambiental na região e também mantém um canal de comunicação direto com as comunidades para averiguação de ocorrências.

FONTE: G1

Deixe seu comentário...