Mais arrocho

Ao confessar não ter alternativa para sair dessa eterna quebradeira.

Compartilhe...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Print this page
Print

POLÍTICA E COTIDIANO – ADIBERTO DE SOUZA – O servidor estadual que estiver pensando em reajuste salarial pode tirar o cavalinho da chuva. Em audiência na Assembleia, o secretário da Fazenda, Marco Antônio Queiroz, revelou que o governo está em petição de miséria. Ao confessar não ter alternativa para sair dessa eterna quebradeira, o Executivo assina um atestado de incompetência, admite a ineficiência da política fazendária. Enquanto isso, os coitados dos servidores apertam o cinto há seis anos, fazem das tripas coração, reduzindo despesas e aumentando os débitos. Em vez de honrar o prometido há anos, o governo diz simplesmente não ter dinheiro nem para recompor a inflação do período. Em vez de se esforçar para atender as reivindicações de quem realmente toca a máquina administrativa, o Executivo prefere torrar o dinheiro público, pagando altos salários a apadrinhados e políticos sem mandatos. Só Jesus na causa!

Corda bamba

Parte da bancada federal sergipana estranhou a informação de que o senador Alessandro Vieira (Cidadania) tinha indicado o empresário Milton Andrade (PMN) para a Superintendência regional da Codevasf. A surpresa maior foi porque o próprio Vieira tinha declarado não ter interesse em indicar ninguém para o 2º escalão deste governo militar. Por conta dessa reação negativa da bancada, é bem capaz de Milton sobrar na curva. Misericórdia!

Sol quadrado

A depender do Ministério Público Federal, Laurinho da Bomfim passará um bom tempo na cadeia. Alegando que o dublê de político e empresário sonegou mais de R$ 10 milhões em impostos, o MPF recorreu contra a absolvição dele pela Justiça Federal. Por crimes semelhantes, Laurinho já foi condenado em outros dois processos a mais de 10 anos de reclusão. Danôsse!

Vão às urnas

Os eleitores de Riachão do Dantas vão às urnas no dia 1º de setembro para eleger novos prefeito e vice. O pleito complementar visa substituir Gerana Gomes Silva (PTdoB) e Luciano Goes (PSB), cassados sob a acusação de forjarem uma pesquisa eleitoral na campanha de 2016. As convenções para escolher os candidatos e formar coligações vão acontecer no período de 12 a 15 de julho. Os mandatos dos novos prefeito e vice de Riachão terminarão em dezembro de 2020. Então, tá!

Ele tava lá

Diferente do que o blog informou, ontem, o secretário estadual do Turismo, Manelito Franco, participou da reunião do governador Belivaldo Chagas (PSD) com diretores da Azul Linhas Aéreas. Para comprovar a presença no evento, a assessoria do prestigiado secretário mandou uma foto onde ele aparece ao lado do governador e do diretor da Azul. Tá feito o reparo!

Tiro ao alvo

E o Congresso deve mesmo autorizar a matança de trabalhadores sem terra por latifundiários e seus capangas. O primeiro passo nessa direção já foi dado pelo Senado que, a toque de caixa e repique de sino, aprovou projeto permitindo aos donos e gerentes de fazendas andarem armado até os dentes em toda a área da propriedade. Favorável à matéria, o senador Alessandro Vieira (Cidadania) afirma que quem mora na zona rural não tem a mesma proteção oferecida pelo estado aos que residem nos centros urbanos. Ah, bom!

Promessa federal

A ampliação da Adutora do Piauitinga, em Lagarto, deve começar agora em julho. Pelo menos foi o que prometeu ao governador Belivaldo Chagas (PSD), o ministro Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional. Orçadas em R$ 83,5 milhões, as obras serão concluídas em dois anos. A ampliação da adutora vai reforçar os sistemas de abastecimento de Simão Dias, Riachão do Dantas e Tobias Barreto. Agora, é torcer para o ministro honrar o prometido. Marminino!

Tábuas de pirulito

Até de bicicleta está difícil trafegar pelas esburacadas rodovias estaduais. As enormes crateras colocam em risco a vida de quem se aventura pelas mal conservadas estradas. A situação se agrava à noite, pois o motorista não tem visibilidade para desviar dos buracos. A continuar assim, o governador Belivaldo Chagas (PSD) terá que usar o helicóptero da Polícia para viajar com segurança de Aracaju ao interior. Crendeuspai!

Convencido

E se existe um cabra convencido, este é Edvaldo Nogueira (PCdoB). Veja o que ele postou nas redes sociais: “Já ouvi algumas vezes pelas ruas, que eu nasci para ser prefeito. Sempre que escuto, paro pra refletir e fico muito feliz, já que são tantos anos trabalhando incansavelmente pela cidade”. E Nogueira segue com a gabolice: “Isso é a prova do quanto os aracajuanos confiam no meu trabalho, na minha história e na minha visão para fazer de Aracaju uma cidade mais humana, inteligente e criativa”. Menos, camaradinha, menos!

Alô marujada!

A prisão do sargento da Aeronáutica, flagrado traficando cocaína no avião presidencial, acendeu a luz vermelha no Palácio do Planalto. Esta baixa soma-se a tantas outras provocadas por exonerações de oficiais que exerciam cargos nos 1º e 2º escalões deste governo militar. Pelo andar da carruagem, vai faltar gente nas Forças Armadas para assessorar o capitão de pijama. É bem capaz de ser preciso convocar a marujada e o general da Chegança. De origem portuguesa, esta festa popular tem entre os brincantes general, almirante, capitão, tenente e até ajudante de ordem. Aff Maria!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A República, em 1º de julho de 1935.

Resumo dos jornais

 

Deixe seu comentário...