Mais Partidos Do Que Eleitores

A futura União Democrática Nacional está entre as 75 legendas em gestão na Justiça Eleitoral.

POLÍTICA E COTIDIANO – ADIBERTO DE SOUZA – Temendo ter a imagem respingada pelas consequências do “laranjal” do PSL, o presidente Jair Bolsonaro pensa em trocar de partido. Ele e os filhos “Zero Um”, “Zero Dois” e “Zero Três” estão de olho no embrionário UDN, sigla que no século passado representou a direita liberal da era Vargas. A futura União Democrática Nacional está entre as 75 legendas em gestão na Justiça Eleitoral. Aliás, criar um partido no Brasil é menos complicado do que abrir uma empresa. Graças a esta facilidade, todo político quer uma sigla para chamar de sua, fazer negociatas, disputar verbas e cargos públicos. Esta malandragem tem contribuído para aumentar os índices de abstenção, já que o eleitor se recusa a referendar as patifarias dos políticos, a maioria interessada unicamente em se eleger para roubar, fazer fortuna pessoal. Por tudo isso e caso o Brasil adote o voto facultativo, chegará o tempo em que no dia da eleição as sessões eleitorais ficarão às moscas, pois o povo trocará o dever de ir às urnas pelo mais singelo dos divertimentos. Misericórdia!

Cara metade

O Tribunal de Justiça de Sergipe abriu processo para apurar o que teria levado uma magistrada a se recusar casar duas mulheres. O fato ocorreu no final de 2018, num fórum de Aracaju. A juíza chegou a proceder os trâmites burocráticos do casamento, porém se negou a fazer a celebração na frente das duas jovens. O TJ vai apurar se a recusa feriu a resolução 175 do Conselho Nacional de Justiça, que obriga os cartórios a realizarem casamento entre casais do mesmo sexo. Aff Maria!

De olho em 2020

O partido Solidariedade marcou para o próximo dia 4 a sua convenção estadual. Além de receber novos filiados, o evento servirá para discutir os projetos da legenda para as eleições de 2020. Comandado em Sergipe pelo deputado federal Gustinho Ribeiro, o Solidariedade trabalha com a hipótese de apresentar candidatos próprios em vários municípios visando se fortalecer para as eleições gerais de 2024. Ah, bom!

Toma lá dá cá

E o deputado federal João Daniel (PT) condenou a decisão do governo de liberar R$ 40 milhões em emendas para os parlamentares que apoiarem a famigerada reforma da Previdência. Segundo o petista, este é preço que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) está impondo à Câmara visando aprovar um projeto contra os trabalhadores. Para o petista, a chamada nova política do governante de plantão se fundamenta “nas caneladas, fake news e na submissão do povo ao estado mínimo, à humilhação e ao medo”. Homem, vôte!

Blog de Vavá

Derrotado nas eleições passadas, o ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB) recorreu à internet para manter a relação com o eleitorado. Lançado ontem, o “Blog de Valadares – no front da política”, promete provocar o  debate sobre temas da atualidade, dedicando-se à economia, à gestão pública e à política. Já na primeira edição, o blog de Vavá deixou claro que seus principais alvos serão o governador Belivaldo Chagas (PSD) e o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB). Marminino!

De costas para o povo

O deputado federal Laércio Oliveira (PP) entende que “se a Petrobras não serve ao Brasil, ela não serve para o Brasil”. Este é o título do artigo publicado pelo parlamentar condenando o fechamento da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), de Laranjeiras. Segundo Laércio, uma empresa estatal deve servir ao país, “senão qual seria o sentido de se canalizar vultosos recursos públicos para ela?”. É vero!

Mais água

A Deso estuda implantar uma estação de tratamento d’água em Areia Branca. O objetivo é melhorar o abastecimento na sede e nos povoados. O projeto foi discutido ontem, durante visita feita ao município pela diretoria da estatal. O deputado estadual Luciano Bispo (MDB) também participou da reunião com o presidente da Deso, Carlos Melo, e o prefeito de Areia Branca, Alan Andrelino (PSC).

Contra os pobres

Fica cada dia mais evidente que a famigerada reforma da Previdência é contra os pobres. O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) revela que 44% das despesas previdenciária se concentram na camada mais alta da sociedade, enquanto os mais pobres representam apenas 2%. E o governo diz que a reforma é a única saída para equilibrar o caixa, porém não move uma palha para reduzir a sonegação fiscal, que chega a R$ 350 bilhões ao ano, e continua liberando anualmente R$ 300 bilhões em benefícios e desonerações. Misericórdia!

MDB em festa

O MDB fará convenção, nesta sexta-feira, para renovar os diretórios de Sergipe e de Aracaju. O deputado federal Fábio Reis substituirá João Gama na presidência da executiva estadual. Por sua vez, o ex-governador Jackson Barreto será eleito presidente da sigla na capital. Contrariado por não ter sido comunicado que perderia o comando do partido em Aracaju, o deputado estadual Garibalde Mendonça se ausentou de Sergipe para não participar da convenção. Danôsse!

Lobby carioca

O deputado federal Valdevan Noventa (PSC) almoçou, ontem, com o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSL). O carioca reuniu em torno de uma farta mesa a bancada federal do PSC para pedir apoio a projetos que interessam o Rio. Witzel também solicitou que o PSC vote favorável à reforma da Previdência em tramitação na Câmara Federal.  Após o regabofe, Valdevan disse que “foi um diálogo bastante proveitoso e direto”. Então, tá!

Recorte de jornal

Publicado no Sergipe Jornal, em 30 de junho de 1931.

Resumo dos Jornais

 

Deixe seu comentário...