Mala preta recheada

E para “conquistar” a simpatia dos eleitores, os candidatos a prefeito e vereador ainda terão um reforço de R$ 1 bilhão vindo do Fundo Partidário. Com uma mala preta oficial tão recheada, não faltará quem queira se travestir de candidato laranja para botar a mão grande no dinheiro do povo.

POLÍTICA E COTIDIANO – ADIBERTO DE SOUZA – A depender dos políticos, o bilionário Fundo Eleitoral da campanha de 2020 passará de R$ 1,7 bilhão para exagerados R$ 3,7 bilhões. E para “conquistar” a simpatia dos eleitores, os candidatos a prefeito e vereador ainda terão um reforço de R$ 1 bilhão vindo do Fundo Partidário. Com uma mala preta oficial tão recheada, não faltará quem queira se travestir de candidato laranja para botar a mão grande no dinheiro do povo. Quem ouve cifras tão vultosas pensa que o Brasil não tem 14 milhões de desempregados e empresas falindo aos milhares. Portanto, caso seja efetivado, o aumento do Fundo Eleitoral será mais um tapa na cara do cidadão que paga imposto para ver seu santo dinheirinho fazer a alegria de políticos inescrupulosos e encher os bolsos de bandidos de colarinho branco. Só Jesus na causa!

De olho em 2022

Mesmo estando secretário do Rio de Janeiro, o ex-deputado federal André Moura (PSC) não reduz as ações políticas em Sergipe. O moço prestigia filiações partidárias, não perde eventos culturais e religiosos e não deixa de entregar às prefeituras benefícios conseguidos durante o mandato. André jura que pelos próximos dois anos continuará assinando ordens de serviços e inaugurando obras viabilizadas por enquanto deputado. Marminino!

Fundo do poço

A crise econômica destruiu o mercado imobiliário de Sergipe. Segundo Luciano Barreto, presidente da Associação Sergipana das Empresas de Obras Públicas e Privadas, o emprego na construção civil sofreu uma redução de 60% a 70%. Entrevistado pelo Jornal do Dia, o empresário disse acreditar que só no próximo ano o setor começará a dar sinais de recuperação. Ele acredita que atualmente a construção civil emprega em Aracaju cerca de 6 mil operários. Vixe!

Prontos pra funcionar

De todos os matadouros de gado fechados em Sergipe, os de Itabaiana e Lagarto serão os primeiros a serem reabertos. Lacrados por não atenderem as normas da vigilância sanitária, os dois abatedouros vão ser administrados pela iniciativa privada. Foi justamente por causa dos tributos pagos para o abate que os prefeitos de Itabaiana e Lagarto, respectivamente, Valmir de Francisquinho (PR) e Valmir Monteiro (PSC) passaram alguns meses na cadeia. Misericórdia!

Consórcio regional

E o governador Belivaldo Chagas (PSD) participa, hoje, em Salvador, de mais uma reunião do Consórcio Nordeste. Entre outros temas, os nove governadores nordestinos vão discutir o incremento da oferta de serviços de saúde e o processo único de compras para os estados. Por falta de voos diretos entre Aracaju e a capital baiana, Belivaldo e assessores viajaram de carro. Homem, vôte!

Bate boca

O magistrado Manoel Costa Neto está uma fera com o eleitor José Cosme de Carvalho. Tudo porque o cidadão foi às redes sociais criticar o fato de a candidata a prefeita de Riachão, Manoela Costa (PSC), tem o apoio de “duas pessoas condenadas por corrupção eleitoral”. Pai da prefeiturável, o juiz ameaçou discutir na Justiça a opinião de Cosme. Destemido, o cidadão não só reafirmou que “sua filha tem o apoio dos corruptos eleitorais de Riachão”, como cutucou o magistrado: “Pode me acionar, meu amigo Doutor”. Crendeuspai!

Por fora

Pesquisa constatou que 25% dos consultados – um em cada quatro – ignoram que pagam impostos no seu dia a dia, contra 73% que sabem estar pagando algum tipo de imposto. Segundo a consulta feita pela Fecomércio (RJ), dentre os 73% que afirmam pagar algum tipo de imposto, 69% destacaram tributos municipais, como IPTU e taxas de iluminação e de lixo; 54% citaram impostos indiretos sobre serviços e produtos; 39% salientaram impostos estaduais; e 17% lembraram dos impostos federais, como o Imposto de Renda. Ah, bom!

Recado à oposição

Parece que o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) ainda não engoliu as criticas contra a ação da Prefeitura durante as últimas chuvas caídas em Aracaju. Em resposta às cutucadas dos adversários, o comunista disse que quem fez política com as chuvas não tem o mínimo de solidariedade com o outro. E prosseguiu: “As pessoas do bem fizeram sua parte, ajudaram. Quem é do mal, tentou se aproveitar para tirar algum dividendo eleitoral. É quem torce pelo quanto pior, melhor”. Danôsse!

Descanso da política

Desde que deixou o mandato, o ex-senador Eduardo Amorim (PSC) tem se dedicado mais à Medicina. Ele acaba de participar do curso de controle da via aérea, promovido pela Sociedade Sergipana de Anestesiologia. O treinamento fez parte da Jornada de Anestesiologia de Alagoas e Sergipe, realizada em Aracaju. Eduardo Amorim permanece em silêncio sobre seu futuro político, embora se comente que ele pode disputar a Prefeitura de Itabaiana. Será?

Bola branca

A Barra dos Coqueiros vai ganhar um investimento de R$ 6 milhões. Trata-se do Centro de Treinamento de Base da CBF, que deverá ficar pronto em dois anos após o início das obras. O empreendimento será dotado, entre outras coisas, de um campo de treinamento e uma moderna estrutura de apoio para a Federação Sergipana de Futebol. Os recursos para a implantação do CTB fazem parte do legado da Copa do Mundo de 2014. Legal!

Recorte de jornal

Publicado no aracajuano Sergipe Jornal, em 31 de dezembro de 1936.

Resumo dos jornais

 

Deixe seu comentário...