Ministra Tereza Cristina visita Sergipe e conhece demandas do agronegócio

Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

SERGIPE – O presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Sergipe – Faese, Ivan Sobral, acompanhou a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina, em visita ao município de Lagarto.  A ministra destacou a importância de políticas públicas para o Nordeste e garantiu que o Plano Safra 2019/2020 beneficiará pequenos e médios produtores.

A ministra visitou a ExpoRingo, que acontece de 28 a 31 março, no complexo das palmeiras. A ExpoRingo tem por objetivo fomentar o negócio de animais, produtos, bens e serviços, favorecer e ampliar o conhecimento, experiência de gestão e tecnologia e impulsionar o agroturismo em Sergipe.

O presidente da Faese, Ivan Sobral, entregou o documento intitulado ‘Agropecuária sergipana: desafios e diretrizes’ à ministra Tereza Cristina, que aponta sugestões de como alavancar o agronegócio sergipano. Segundo Ivan Sobral,  Sergipe possui três importantes demandas: a prorrogação do convênio ICMS nº 100/1997, a ampliação o crédito rural e seguro agrícola e o não fechamento da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen).

“São três pautas prioritárias que precisamos de um olhar especial da ministra, que tem demonstrado sensibilidade em relação ao Nordeste realizando visitas in loco. Esperamos que as demandas sejam atendidas para que os produtores rurais não sejam prejudicados”, afirma Ivan.

Durante discurso, a ministra Tereza Cristina garantiu que não faltará recursos para o pequeno e médio produtor e ressaltou que focará na assistência técnica.

“Fiquem absolutamente tranquilos. Para o pequeno, a gente vai focar na assistência técnica, independentemente do que ele quiser produzir, de sisal a gado de corte, passando por soja, milho, cebola, tomate. O que for necessário produzir, nós precisaremos estar prontos para dar assistência técnica e apoio à comercialização, pois não adianta produzir e não ter a quem vender”, afirmou a ministra.

A ministra também enfatizou que implantará políticas públicas no Nordeste. “Recebi a missão do presidente de trabalhar o Nordeste brasileiro e o semiárido para levar políticas públicas para que o Nordeste tenha as mesmas políticas que nós temos no Sul, Centro-Oeste e Sudeste. Quero conhecer cada vez mais os estados desta região, cada um com suas peculiaridade, para que a gente possa em muito pouco tempo lançar as políticas públicas”.

ExpoRingo

O empresário Geraldo Magela afirmou que a ExpoRingo é um marco histórico para o agronegócio sergipano. “É uma nova era para a economia e uma resposta aos desafios, mostrando vigor do segmento no estado. É uma iniciativa corajosa para que Sergipe possa se posicionar nos mercados. O evento vai promover a integração entre o esporte equestre e os negócios agropecuários”, afirmou.

O governador Belivaldo Chagas enfatizou que a ExpoRingo é o maior evento agropecuário de Sergipe. “Esta exposição coloca Sergipe em destaque nacional. É um dos maiores eventos do País, que se realiza num dos maiores parques de exposição do Brasil. Este espaço passa a ser uma escola de agronegócio de Sergipe”, afirmou.

Belivaldo disse ainda que a nova política agrícola do Estado vai fazer um redirecionamento do olhar, passando a apoiar também o agronegócio, sem deixar de dar a sua contribuição efetiva aos pequenos produtores da agricultura familiar. “Queremos ter um envolvimento mais direto com o agronegócio de Sergipe e de fora do estado. Vamos abrir nosso olhar para o agronegócio, que gera emprego e renda. Com certeza, Sergipe só vai sair ganhando”.

Por Adriana Freitas

FOTO: Assessoria

 

Deixe seu comentário...