Novo chefe da PF destaca competência do “TCE/SE” para compartilhar informações

Para o superintendente, “hoje em dia ninguém trabalha sozinho”.

SERGIPE – O Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) foi o local escolhido para a cerimônia de posse do delegado Marcos Renato da Silva Lima, no cargo de superintendente regional da Polícia Federal no estado de Sergipe, em substituição à delegada Erika Marena, agora no Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). A solenidade aconteceu nesta quarta-feira, 16, no auditório Lourival Baptista.

“É um momento de grande alegria estar incumbido de chefiar a Policia Federal no estado de Sergipe; alegria ainda maior é saber que poderei contar com entidades e instituições parceiras, como o TCE, que já vem abrindo as portas à Policia Federal para reuniões e trabalhos conjuntos. Poder estar aqui nessa Casa é um privilégio, só temos a agradecer. Contar com a competência do Tribunal e a sua disponibilidade em compartilhar informações e trabalhos tem sido crucial”, ressaltou Marcos Renato.

Na solenidade, esteve presente o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, que compôs mesa juntamente com o presidente do TCE, conselheiro Ulices Andrade; o governador Belivaldo Chagas; e o presidente do Tribunal de Justiça (TJ/SE), desembargador Osório de Araújo Ramos, entre outras autoridades.

Em seus discursos, Valeixo, Marcos Renato e Marena colocaram aos presentes a importância da instituição e o trabalho gerado por ela. Os discursos seguiram um mesmo tom: o trabalho de combate à corrupção precisa da parceria entre instituições. Para o superintendente, “hoje em dia ninguém trabalha sozinho” e a cooperação entre os órgãos e instituições deverá ser estimulado durante a sua passagem pelo cargo.

Também presente na ocasião, o procurador-geral do Ministério Público de Contas, João Augusto dos Anjos Bandeira de Mello, disse acreditar na força do trabalho conjunto, em especial com o Tribunal de Contas, que possui informações importantes sobre as gestões e dispõe de um corpo técnico qualificado.

“É muito simbólico que este evento seja celebrado aqui. Os Tribunais de Contas guardam um volume muito grande de informações; servidores altamente capacitados, com noção de como funciona a gestão pública; informações privilegiadas sobre o funcionamento da gestão pública, nada mais natural que estas informações possam ser compartilhadas – com os devidos cuidados e com parcerias -, trabalhando com outras instituições para que o interesse público seja sempre alcançado”, colocou.

Participaram ainda do evento os conselheiros Carlos Alberto, Luiz Augusto e Clóvis Barbosa; e a diretora técnica do TCE, Patrícia Verônica.

FONTE & FOTO: TCE/SE

 

Deixe seu comentário...