“O problema do Fernando Henrique é que ele nunca aceitou o meu sucesso”, diz Lula

Lula declarou: “Eu acho que ele poderia ter um papel de grandeza para quem já foi presidente da República. Ele poderia ter um papel mais respeitoso com ele mesmo, não comigo”.

Foto: Reprodução

CURITIBA – O ex-presidente Lula disse que o comportamento recente de FHC (PSDB) indica falta de grandeza. “O Fernando Henrique Cardoso não tem jogado um papel que o nome dele deveria merecer. Ele fala muito sobre quase tudo desnecessariamente. Eu, sinceramente, acho que ele poderia ter um papel de grandeza para quem já foi presidente da República, para quem já foi chamado de príncipe da sociologia. Ele poderia ter um papel mais respeitoso com ele mesmo, não comigo”, declarou Lula.

O ex-presidente concedeu entrevista aos jornalistas Florestan Fernandes Júnior, do El País, e Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, nesta sexta-feira (26). A Folha divulgou neste sábado (27), a entrevista completa.

“O problema do Fernando Henrique Cardoso é que ele nunca aceitou o meu sucesso. Ele me adorava no fracasso. Quando eu fui eleito, ele falou: bom, o Lulinha só vai durar quatro anos e aí eu vou voltar com pompa e tudo”, afirmou.

Foto: Ricardo Stuckert

“Ele me tratava bem. Eu chego a dizer que eu achava que ele queria que eu ganhasse ao invés do (então candidato tucano em 1989, José) Serra. Acho que ele pensava ‘o Lula vai ganhar, coitado, metalúrgico, não vai conseguir fazer nada, eu vou voltar depois cheio de moral. O Serra se ganhar vai me ferrar, então prefiro o Lula”’, disse o ex-presidente.

PSDB

Lula defendeu o PT. “O PT não foi destruído. O PT perdeu a eleição. Provou que é o único partido que existe nesse país. O resto é sigla de interesses eleitorais em momentos certos. Quem acabou foi o PSDB. Esse acabou. Esse foi dizimado. Então o PT perdeu as eleições. Deve ter cometido erros durante os nossos governos. O Ayrton Senna cometeu erros, um só, e morreu”, disse.

FONTE: Revista Forum

 

Deixe seu comentário...