Omissão do governo gerou caos na delegacia Arauá, diz Presidente da AMESE

Não há condições dignas para o policial militar e civil trabalharem nem para a população ser atendida.

ARAUÁ/SE – A ASSOCIAÇÃO DOS MILITARES DO ESTADO DE SERGIPE recebeu vasto material que mostra as condições precárias em que se encontra a delegacia de polícia do município de Arauá.

Nas fotografias é possível verificar a existência de rachaduras nas paredes, forro do teto prestes a desabar, fiação elétrica exposta, ares-condicionados quebrados, camas velhas, esgoto a céu aberto, uma grande quantidade de veículos abandonados e instalações sanitárias deploráveis.

Para o presidente da AMESE, sargento Jorge Vieira, “é lamentável o Governo do Estado de Sergipe deixar uma unidade de polícia chegar a esse estado. É vergonhoso. Não há condições dignas para o policial militar e civil trabalharem nem para a população ser atendida. Quero saber se um gestor do poder executivo aceitaria trabalhar nessa delegacia e se deparar com essa situação caótica de desrespeito profissional. Estaremos levando o fato ao conhecimento do delegado João Eloy, secretário de segurança, para que dê solução a esse problema”.

VEJAM ABAIXO AS FOTOGRAFIAS QUE COMPROVAM A SITUAÇÃO DA DELEGACIA DE ARAUÁ:

FONTE & FOTO – AMESE

Deixe seu comentário...