Para senadora, garantir liberação das emendas é respeitar demandas da sociedade

O modelo que sempre funcionou é bem fictício e não atende a expectativa daquilo que foi pleiteado.

BRASÍLIA/DF – A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) considerou positiva a decisão do Senado que aprovou em dois turnos ontem (3), por ampla maioria, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que determina a execução obrigatória de emendas de bancada (PEC 34/2019).

“O modelo que sempre funcionou é bem fictício e não atende a expectativa daquilo que foi pleiteado por instituições e entes federados, não respeitando, de fato, as demandas da coletividade”, salientou Maria.

Para a parlamentar, o atual modelo não contempla os reais interesses defendidos pela bancada, uma vez que acabam sendo contingenciadas pois fica à mercê da vontade política do presidente de plantão. “Com um orçamento impositivo, todos ganham pois será considerado tão somente o que é determinação constitucional”, destacou Maria do Carmo.

FONTE & FOTO: Assessoria

 

Deixe seu comentário...