Pesquisa de preços de itens carnavalescos é divulgada

Disponibiliza uma nova pesquisa comparativa de preços de artigos carnavalescos.

ARACAJU/SE – Durante o Carnaval, é comum ver, por toda a cidade, pessoas usando da criatividade com os mais diversos tipos de fantasia. Com a aproximação da festa, a Prefeitura Municipal de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), disponibiliza uma nova pesquisa comparativa de preços de artigos carnavalescos. A ação, realizada pelo Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), ocorreu entre os dias 25 e 26 de fevereiro, e verificou o preço de 24 produtos em oito estabelecimentos comerciais.

De acordo com o coordenador do órgão, Igor Lopes, enquanto alguns produtos apresentaram uma estabilidade de preço, nas lojas pesquisadas, outros foram identificados com variações expressivas. “Os preços encontrados para o ‘colar havaiano’, por exemplo, não se afastam da média de R$ 2,00. Já o ‘chapéu cartola’ apresentou uma variação maior de preço, sendo o maior e menor valores encontrados para o produto R$10,00 e R$2,99, respectivamente. Justamente para orientar os consumidores sobre a relevância da consulta de preços e para monitorar o mercado desenvolvemos esse trabalho, de forma periódica, para os mais variados segmentos de mercado”, explica Igor Lopes.

A coordenadora de Educação e Pesquisa do Procon Aracaju, Grazielle Rodrigues, reforça a necessidade de desenvolver o consumo consciente. “Com a divulgação da tabela comparativa de preços, buscamos orientar os consumidores aracajuanos sobre a importância de desenvolver um consumo consciente, incentivando-os a previamente consultar os preços disponíveis no mercado”, acrescentou.

Vale lembrar que a variação de preços constatada refere-se ao período em que foi realizada a pesquisa, havendo a possibilidade de alteração em razão de descontos, ofertas ou promoções.

O Procon informa ainda que em hipótese alguma a pesquisa pode ser utilizada para fins publicitários. O órgão também reitera que lojas de uma mesma rede podem praticar preços diferenciados. Para esclarecimentos de dúvidas ou denúncias, o Procon Aracaju está disponível através do número 151, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, exceto em ocasião de feriados ou ponto facultativo, conforme determinações da administração municipal.

Para registrar reclamações, na sede do órgão, o consumidor pode agendar o atendimento através do site procon.aracaju.se.gov.br, por meio do link ‘agendamento online’, que irá disponibilizar um calendário com dias e horários disponíveis. O órgão está localizado na av. Barão de Maruim, nº 867, bairro São José.

Confira a tabela comparativa de preços.  

FONTE & FOTO: Assessoria

 

Deixe seu comentário...