PMs farão assembleia para decidirem a volta do movimento Polícia Legal em Sergipe

Os agentes socioeducativos, assim como os policiais penais, também realizarão Assembleias.

Compartilhe...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Print this page
Print

SERGIPE – Os sindicatos e associações representantes da Frente Unificada dos Operadores de Segurança Pública estiveram reunidos na tarde desta quinta-feira, 06, para tratar da falta de retorno por parte do governador Belivaldo Chagas referente aos pleitos das categorias entregues em mãos ao deputado estadual Luciano Bispo, presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, no último mês de janeiro.

Os policiais civis continuarão mobilizados para uma paralisação de 24h no dia 19 de fevereiro.

Os policiais militares farão Assembleia Extraordinária para deliberar sobre a viabilidade do movimento Polícia Legal por parte da tropa.

Os agentes socioeducativos, assim como os policiais penais, também realizarão Assembleias Gerais para avaliar os próximos passos, mas pontuaram a importância de uma paralisação nas unidades onde atuam.

Os demais operadores da Segurança Pública estarão reunindo suas bases para realização Assembleias Gerais e avaliarem sobre novas ações que devem incluir paralisações das atividades.

Frente Unificada dos Operadores de Segurança Pública

Deixe seu comentário...