Policiais do Cope prendem acusados de matar advogado em Aquidabã

Foram presos na operação Alcivan Barbosa de Andrade e Genison Pereira (autor dos disparos).

AQUIDABÃ/SE – Policiais civis do Centro de Operações Especiais (Cope) prenderam na manhã desta terça-feira (26) os acusados pela morte do advogado Jarbas Feitoza de Carvalho Filho foi assassinado a tiros ocorrido no dia 11 de março no Povoado Papel, no município de Aquidabã.

Foram presos na operação Alcivan Barbosa de Andrade e Genison Pereira (autor dos disparos). Já havia sido preso nos primeiros dias da investigação Gutenberg Barreto, mais conhecido como “Papá”.

Segundo o delegado Dernival Eloi, diretor do Cope, “Papá” era homem de confiança do advogado, mas foi responsável por passar detalhes do cotidiano da vítima, que foi levada até o local do crime, para uma suposta transação com animais.

Jarbas foi abordado por Genison, na presença de “Papá,” e acabou sendo alvejado e morto. As investigações tiveram o apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol).

A motivação para a emboscada, segundo os investigadores, foram dívidas contraídas pelos autores do crime junto ao advogado.

Com informações da SSP/SE

 

Deixe seu comentário...