Polícias prendem acusado de violência doméstica e porte de documentação falsa

Ele confessou que tinha o interesse de praticar golpes

Equipes das polícias Civil e Militar prenderam um homem acusado de violência doméstica e que portava documentos falsos. Ele estava com uma carteira falsa com brasão do Exército e um documento militar estadual.

De acordo com o delegado Gabriel Nogueira, o caso foi iniciado a partir do atendimento de uma ocorrência na qual um homem teria agredido a companheira com um soco e ameaçando-a com uma faca. Durante o atendimento, percebeu-se que o acusado estava em posse de documentos falsos.

Durante os procedimentos, ele foi questionado se era policial, mas ele demorou a responder. Além disso, os documentos que ele apresentou não condiziam com os cargos citados e o tempo de serviço necessário para obtenção das patentes das quais informava a carteira que ele portava.

Além do fato apurado, ficou constatado que o acusado também está envolvido com crimes de estelionato e falsificação. Na residência onde morava, foram encontrados outros documentos e cartões de crédito falsos e ele confessou que tinha o interesse em aplicar golpes por meio do nome fictício que elaborou.

Alguns dos documentos falsos foram elaborados a partir de uma certidão de nascimento falsa, da cidade de Antas (BA). Diante das circunstâncias, o acusado foi detido e o material apreendido. Ele ficará à disposição do Poder Judiciário para adoção das demais medidas cabíveis ao caso.

Fonte e foto SSP

Deixe seu comentário...