Prefeitura de Aracaju atualiza parque tecnológico da Educação

Prefeitura de Aracaju atualiza parque tecnológico da Educação

Uma realidade de mais rapidez e eficiência em toda a rede municipal de ensino de Aracaju está cada vez mais próxima. A Prefeitura de Aracaju, em parceria com o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), está perto de cumprir a primeira fase da renovação de parque tecnológico e implementação de internet via fibra ótica nos prédios da Secretaria Municipal da Educação (Semed), incluindo as Escolas Municipais de Educação Infantil (Emei) e Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emef).

O trabalho é fruto de um convênio firmado entre a Prefeitura e o TJ-SE, que prevê o compartilhamento da fibra ótica. Aproximadamente 100 km serão instaladas por toda a cidade até 2020, levando uma conexão rápida e estável para todas as 74 unidades de ensino, além dos prédios administrativos. “A conexão entre a PMA e seus Órgãos e a rede do TJSE, se dá através da utilização de pares disponibilizados do cabeamento do Poder Judiciário. Com esse caso, o TJSE está favorecendo aos Órgãos parceiros o compartilhamento de sua infraestrutura, otimizando recursos e possibilitando, enfim, a criação de ecossistema na TI, trazendo grande benefício ao cidadão aracajuano” ressalta a secretária de Tecnologia da informação do TJSE, Denise Martins.

O projeto de Modernização Tecnológica e Educacional foi concebido dentro do Planejamento Estratégico, buscando permitir a matricula online nas unidades de ensino municipais, o que já foi colocado em prática este ano. Além disso, é mais um passo na transformação da capital sergipana em uma cidade inteligente, onde a tecnologia está à serviço dos cidadãos, facilitando seu dia a dia e aumentando sua sensação de bem estar.

Nesta primeira fase, 81 computadores estão sendo encaminhados e instalados em 43 prédios municipais ligado à Educação, 33 escolas e 10 pontos de gestão. “Nós estamos fazendo um aprimoramento nas redes de internet das escolas, colocando fibra ótica. Nesse primeiro momento do projeto estamos cabeando do Santa Maria até o Santos Dumont. Além disso, estamos substituindo as máquinas que não estavam funcionando ou estão obsoletas e ampliando seu número nos locais que tiveram aumento de demandas administrativas”, explica a servidora Danielly Andrade, do Departamento de Tecnologia da Informação.

O cronograma de instalações está bastante adiantado, a previsão era encerrar a primeira fase no início de 2019, mas será finalizada no final desse mês. O fato de receber todos os computadores de uma única vez foi um dos fatores determinantes, pois as máquinas puderam passar pelas modificações necessárias com mais rapidez. “Nós temos uma lista de sistemas e programas que precisam ser inseridos nas máquinas, variando de acordo com o setor. A comunicação precisa do “Coreldraw” e a engenharia do “AutoCAD”, por exemplo”, esclarece o coordenador de Suporte da Semed, Uibirapoema Oliveira.

As substituições visam disponibilizar aparelhos com hardware e software dos mais modernos disponíveis no mercado. “A potência das máquinas muda completamente. Os novos computadores têm configurações que permitem um desempenho duas vezes superior, acelerando a resolução de problemas e sistematizando melhor as informações”, continua o servidor.

Localizada no bairro Santa Maria, a Emei Irene Romão de Brito foi uma das unidades beneficiadas. “Boa parte dos serviços administrativos feitos nas escolas necessitam do uso desse aparato tecnológico. A máquina antiga já estava dificultando o trabalho por conta da lentidão ao processar as informações, além disso a internet era instável. Com essa troca eu tenho certeza que nossas atividades serão feitas mais rápido, vamos conseguir tocar mais projetos e aumentar nosso desempenho”, comemora a diretora Mariângela Lobo.

Foto Marco Vieira

Deixe seu comentário...