Prefeitura de Aracaju investe em reformas e manutenção de escolas

Em dois anos, a atual gestão realizou a reforma e/ou manutenção de 63 das 75.

ARACAJU/SE – Em dois anos, a atual gestão realizou a reforma e/ou manutenção de 63 das 75 unidades de ensino municipal, melhorias estas que ficaram no esquecimento durante os quatro anos anteriores a esta administração. Esse foi um dos compromissos de campanha do prefeito Edvaldo Nogueira que está sendo cumprido a rigor, principalmente para tentar reaver os percalços oriundos da falta de manutenção de antes. Além de ser um compromisso firmado, o cuidado com as unidades de ensino faz parte do Planejamento Estratégico da gestão para garantir o desenvolvimento da qualidade de ensino que também passa por ofertar estrutura digna aos alunos, professores e funcionários das escolas.

Uma das primeiras medidas da administração foi dar atenção aos reparos necessários da Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei) José Calumby Filho, no bairro 17 de Março. A escola, que foi projeto da gestão passada de Edvaldo Nogueira, foi entregue pela administração anterior, porém, sem a obra estar devidamente concluída. Assim, os reparos foram feitos e as aulas, enfim, puderam ter início ainda no início de 2017.

Outro passo importante para a educação foi a construção e entrega da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) José Souza de Jesus, também no bairro 17 de Março. O investimento na construção e finalização foi de mais de R$ 3 milhões.

Para dar início a essas obras, no entanto, foi preciso empenho por parte das equipes da Secretaria Municipal da Educação (Semed) e da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb). De acordo com a diretora administrativo-financeira da Semed, Kátia Perete, o último contrato foi licitado em 2014 e não foi dada a ordem de serviço, muitos prazos foram perdidos e, inclusive, uma empresa desistiu do contrato porque, como já havia muito tempo de licitado, os preços estavam defasados. “O contrato emergencial acabou, fizemos o contrato de manutenção definitivo para mais três anos, no valor de R$ 8 milhões. Tem sido um desafio pra gente porque temos 75 escolas e temos que dar atenção a todas elas que necessitavam de muito cuidado. Temos um cronograma amplo de ações e estamos dando seguimento como o previsto”, afirmou Kátia.

Nas 63 escolas que já receberam manutenção e/ou reforma foi investido mais de R$1,1 milhão em obras de revitalização ou recuperação dos espaços. Para 2019 já estão sendo empenhados outros R$ 3,5 milhões que serão usados na manutenção e reforma de prédios da Educação. Além disso, desde janeiro do ano passado, a Prefeitura de Aracaju já investiu R$ 1,4 milhão em mobiliário.

Segundo Kátia Perete, algumas unidades passarão por reformas mais amplas. “Não podemos fazer reformas com contratos de manutenção, por isso, temos que abrir outro processo licitatório para contemplar essas reformas, mas, já estamos em via de dar início. Passarão por ampla reforma a creche da Ana Mesquita, a Carvalho Neto e a Anízio Teixeira”, destacou a diretora.

Construção de escolas

No final do mês de dezembro, o prefeito Edvaldo Nogueira e o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, assinaram o termo de compromisso que garantirá a construção de novas escolas em Aracaju. Com o convênio, na ordem de quase R$ 7 milhões, serão erguidas três unidades de educação infantil, com atendimento à creche e pré-escola, beneficiando mais de mil crianças, com idade de 0 a 5 anos.

As escolas serão construídas nos bairros Farolândia, Lamarão e Santa Maria, com recursos do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), já aprovados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Cada unidade de ensino contará com 10 salas de aula e custará R$2.215.068,38.

FOTO: Marco Vieira

Deixe seu comentário...