Prefeitura de Itabaiana paga R$ 1.673 a cada vereador por reunião de meia hora

Eu sou vereador do município de Itabaiana e participo do conselho municipal de educação.

Denúncia feita pelo Vereador Marcos Oliveira em programa de rádio, repercute em toda Itabaiana na manhã desta quarta

ITABAIANA/SE – Corriqueiramente, reuniões de conselhos compostos por vereadores e outras pessoas nomeadas pelas prefeituras são realizadas em todos os municípios do país, elas servem para discutir assuntos relacionados ao tema e aprovar resoluções ou portarias que regem as administrações. Neste sentido, algo inusitado vem ocorrendo na cidade de Itabaiana, segundo se constata no diário oficial do dia 11 de janeiro e foi denunciado pelo vereador Marcos Oliveira no programa Radiografia, da Rádio Princesa da Serra AM.

“Eu sou vereador do município de Itabaiana e participo do conselho municipal de educação e recebo os jetons (valor pago pela participação em reuniões) de R$ 50,00, enquanto nos deparamos com a publicação do diário oficial do dia 11 de janeiro, que estabeleceu o valor de R$ 1.673,20 por reunião do conselho de administração e fiscal da Superintendência Municipal de Trânsito e Transporte de Itabaiana. O que justifica, o conselho de Educação ter um valor 33 vezes menor que o de o da SMTT?” indaga o parlamentar denunciante.

Conforme a portaria da SMTT datada de 11 de janeiro, os membros do referido conselho são os parlamentares João Cândido Sobrinho (PSB), titular, Gustavo Bispo (MDB), primeiro suplente; Paulo Messias dos Santos (MDB), titular, Sinvaldo Góis Teixeira (MDB), suplente; Além dos vereadores, estão Daniele Lima da Costa, titular, Telma Regina Rosa Santos, suplente; Igor Alexandre Menezes Dantas, titular, Olivia Emanuela de Jesus, suplente; No Conselho Financeiro, estão os vereadores José Roberto (PP), titular e José Virtuoso (SD), suplente;

“É um absurdo ver um pai de família trabalhar 44 horas semanais para ganhar um salário mínimo, enquanto um parlamentar em uma reunião de meia hora receba, com a conivência da Prefeita Carminha Mendonça, R$ 1.673,20 por uma reunião que não dura, em média, mais que meia hora”. Finaliza Marcos Oliveira (PTC).

Assessoria do Vereador

Deixe seu comentário...