Prefeitura promove primeira Mesa de Negociação do SUS de 2020

O encontro é promovido a cada dois meses para o debate de diversas solicitações dos servidores, sobretudo sobre a normatização.

Compartilhe...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Print this page
Print

ARACAJU/SE – Como forma de manter o diálogo sempre aberto com as categorias trabalhistas que compõem o quadro de profissionais da gestão municipal, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), promoveu nesta segunda-feira, 3, primeira reunião da Mesa de Negociação do Sistema Único de Saúde (SUS) deste ano.

O encontro é promovido a cada dois meses para o debate de diversas solicitações dos servidores, sobretudo sobre a normatização dos processos de trabalho dos profissionais da Atenção Básica.

“Hoje viabilizamos o diálogo com os trabalhadores e seus sindicatos, garantido o acesso à gestão e fazendo a ponte na melhoria dos trabalhadores e usuários. Falamos também sobre o ponto biométrico, situações relacionadas aos fluxos de trabalho, e sobre a questão do cadastramento do novo modelo do Ministério da Saúde”, explicou o secretário adjunto da Saúde de Aracaju, Carlos Noronha.

A diretora da Vigilância e Atenção em Saúde (DVAS), Taise Cavalcante, destaca que um dos assuntos debatidos foi o novo modelo de financiamento da Atenção Primária à Saúde, que passa a valer a partir deste ano, e considera como critério para repasse dos recursos aos municípios o número de usuários cadastrados nas equipes de saúde e o desempenho das Unidades, a partir de indicadores estabelecidos.

“Esse modelo vai exigir ainda mais organização e planejamento no processo de trabalho, em que realmente o município precisa ter cadastrado no sistema a população que reside em Aracaju e que faz uso do Sistema Único de Saúde. Tudo isso será fundamental para o modelo de financiamento que o Governo Federal irá destinar”, analisou a diretora.

O presidente dos Sindicatos dos Médicos de Sergipe (Sindimed), João Augusto Alves de Oliveira, também considerou positiva a reunião. “Avançamos nas discussões e esperamos agora mais posicionamentos da Prefeitura para que possamos propor mais sugestões”, disse.

A presidente do Sindicato dos Enfermeiros de Sergipe (Seese), Shirley Marshal Díaz Morales, reforçou a importância dos temas abordados na reunião. “A gente já percebe que o que é proposto aqui tem surtido alguns resultados. De uma forma geral, a Mesa é produtiva e dá celeridade a antigos pleitos”, destacou.

Além dos representantes da SMS e do Sindimed (Sindicato dos Médicos), participaram, os membros os Sindicatos dos Trabalhadores da Área da Saúde (Sintasa); dos Nutricionistas (Sindinutrise); dos Odontólogos (Sinodonto); dos Enfermeiros (Seese); dos Assistentes Sociais (Sindasse); dos Farmacêuticos (Sindifarma); dos Psicólogos (Sinpsi) e Sindicato Agentes Comunitários e Endemias do Município de Aracaju (Sacema).

Deixe seu comentário...