Prefeitura reforça prevenção no Carnaval com distribuição de camisinhas no Rasgadinho

Prevenir é melhor do que remediar”. Este ditado popular se aplica muito bem para a prevenção das infecções.

ARACAJU/SE – “Prevenir é melhor do que remediar”. Este ditado popular se aplica muito bem para a prevenção das infecções sexualmente transmissíveis (IST’s) e da Aids no Carnaval. Com o intuito de chamar a atenção da população durante a festa carnavalesca, a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), atua nos quatro dias do cortejo do Rasgadinho pelas ruas da capital com o Previna Móvel, enquanto a equipe itinerante do Programa Municipal de IST/Aids e Hepatites Virais oferta preservativos e sachês de gel lubrificante aos foliões.

Segundo a técnica responsável pelo Programa, Débora Oliveira, eventos massivos sempre são de atuações do Programa IST/Aids e Hepatites Virais. “É o momento de mostrar às pessoas o quanto o sexo sem segurança está sendo banalizado. O uso da camisinha deve ser para além do carnaval, deve fazer parte da vida sexual e o comportamento de risco vem trazendo o aumento de casos novos de IST’s, principalmente do HIV. Aqui, estamos intensificando a distribuição dos insumos com o objetivo de conscientizar a importância da prevenção. A camisinha precisa entrar na festa”, avaliou.

Débora informou que a cada dia do Rasgadinho são disponibilizadas 14.400 camisinhas masculinas, 500 femininas e seis mil unidades de gel lubrificante. “Durante os quatro dias de folia esperamos ofertar mais de 60 mil insumos”, frisou.

Alerta

A técnica da Rede de Vigilância Sanitária e Ambiental (Revisa), Zineide Castro Brito, juntou-se à equipe itinerante do Programa de IST/Aids e Hepatites Virais para ajudar nos quatro dias do cortejo do Rasgadinho. “É importante participar de uma festa popular como o carnaval para lembrar da prevenção de doenças. Além de divulgarmos o trabalho do Programa da PMA, ainda alertamos que os problemas de saúde existem. Mesmo em um momento de descontração e de paquera que é o carnaval, as pessoas não podem se descuidar. É muito gratificante trabalhar em uma festa como essa, pois estou ajudando às pessoas a se protegerem com o uso da camisinha”, frisou.

Para o técnico de Tecnologia da Informação, Júnior Oliveira, é de grande valia a Prefeitura de Aracaju disponibilizar os preservativos. “Numa festa como essa sempre encontramos as nossas paqueras, mas esquecemos de trazer a camisinha, então é muito válido ter esta oferta”, destacou.

A estudante de Publicidade e Propaganda, Victória Navarro, foi para o Rasgadinho com as amigas e o namorado, e gostou da iniciativa da Prefeitura. “O carro chama a atenção no meio do bloco e faz lembrar da relevância do uso do preservativo para evitar não só as IST’s e a Aids como também de uma gravidez indesejada”, enfatizou.

FONTE & FOTO: SES/SE

 

Deixe seu comentário...