Presidente da Fecomércio e segmento de material de construção sugerem ao Banese linha de crédito

Foram apresentadas ao presidente do Banese ideias de como o banco pode ajudar o setor.

SERGIPE – O deputado federal Laércio Oliveira, presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac reuniu empresários do ramo de material de construção para uma audiência com o presidente do Banese, Fernando Mota, com o intuito de apresentar sugestões para criar formas de desenvolver a economia no setor, através da geração de crédito que estimule a construção civil.

O vice-presidente do Sincomactintas, Robson Pereira, explicou que o setor de construção civil foi o primeiro a sentir a crise econômica e pelo visto será o último a sair dela. “Vejo outros setores já respirando melhor, mas nós ainda estamos em crise que não é passageira, por isso procuramos o presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, para nos ajudar trocando ideias de como nós, empresários, vamos fazer para trazer desenvolvimento e renda para o nosso estado e melhorar nossos negócios”, enfatizou Robson.

Foram apresentadas ao presidente do Banese ideias de como o banco pode ajudar o setor criando linhas de microcrédito direcionado para a população fazer investimentos em ampliação e construção de imóveis, para que possa voltar às lojas do setor.

O presidente do Banese, Fernando Mota, falou das linhas de crédito pessoal que o banco já disponibiliza e disse que vai reunir as equipes técnicas do banco, Banese Card e da área de crédito, que, segundo ele, trabalham em conjunto. “Pensaremos em uma maneira de atender a demanda apresentada. Na próxima semana reunirei com a equipe e vamos tentar viabilizar. Nós estamos sempre abertos para encontrar uma solução para vocês”, enfatizou.

Laércio agradeceu a Fernando Mota pela atenção que o Banese sempre tem com o setor produtivo e aos representantes do setor de material de construção pelas iniciativas em prol de melhorar o mercado. “Precisamos dialogar com todos os setores e juntos vamos conseguir uma melhora no desenvolvimento econômico do nosso estado”.

Por Elenildes Mesquita

FOTO: Assessoria

Deixe seu comentário...