Previdência em SE: Belivaldo a favor, Eliane é contra e JB em silêncio estratégico!

Belivaldo e Eliane Aquino, uma terceira “liderança política” não pode ser desconsiderada: o ex-governador Jackson Barreto (MDB). Desde o início do ano que JB tem dado declarações fortes contra o presidente Jair Bolsonaro e contra as políticas de seu governo, como a Reforma da Previdência.

POLITIZANDO / HABACUQUE VILLACORTE – Os três principais líderes do agrupamento que comanda o Estado de Sergipe desde 2007 têm posições, no mínimo, “divergentes” sobre a proposta de Reforma da Previdência Estadual que está para ser encaminhada para a Assembleia Legislativa. Sem ter muito que fazer e dizer, o governador Belivaldo Chagas (PSD) não apenas confirmou o envio, recentemente, como deixou claro que sua proposta segue os mesmos moldes da apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro e aprovada pelo Congresso Nacional.

A vice-governadora Eliane Aquino (PT), por sua vez, não tem uma posição oficial já anunciada, mas em outras oportunidades, sobretudo no que se refere a reforma da previdência do governo federal, ela já se posicionou contra em defesa da preservação dos direitos dos trabalhadores. Não custa lembrar que o Partido dos Trabalhadores foi radicalmente contrário à proposta no Congresso Nacional e, aqui em Sergipe seria, no mínimo, contraditório não se posicionar da mesma forma.

O interessante é que o deputado federal João Daniel (PT), um dos maiores críticos do presidente Bolsonaro e da Reforma da Previdência em BSB, tem dito que o partido “ainda não tem posição definida” sobre a Reforma de Belivaldo, que vem muito próxima da apresentada ao Congresso. Logo João Daniel, que é o presidente do PT sergipano? Ele não estaria sendo omisso? E o que dizer do senador Rogério Carvalho (PT)? Quando vão se manifestar?

Mas além de Belivaldo e Eliane Aquino, uma terceira “liderança política” não pode ser desconsiderada: o ex-governador Jackson Barreto (MDB). Desde o início do ano que JB tem dado declarações fortes contra o presidente Jair Bolsonaro e contra as políticas de seu governo, como a Reforma da Previdência, por exemplo. Encampou tanto a causa que “colou” no Partido dos Trabalhadores dentro do movimento “Lula Livre” e já cogita disputar um novo mandato eletivo em 2022.

Como perguntar não ofende, qual a posição de Jackson Barreto sobre a Reforma da Previdência do governador Belivaldo Chagas? É a favor ou contra? Por que JB não se manifesta? Esse seu “silêncio momentâneo” é estratégico? Por que? E se o PT do ex-presidente Lula radicalizar contra a Reforma sergipana, como vai ficar Jackson? Seguirá o “Lula Livre” ou vai defender as indicações e cargos comissionados que mantém na gestão? O povo de Sergipe quer saber…

Veja essa!

O presidente estadual do PT, deputado federal João Daniel (PT), é um crítico ferrenho do presidente Jair Bolsonaro e de sua Reforma da Previdência, mas disse que em Sergipe, sobre a proposta de Belivaldo, disse que o PT ainda não tem posição formada. Dois pesos, duas medidas…

E essa!

Ainda falando sobre a Reforma da Previdência e sobre o PT, o deputado estadual Iran Barbosa deve seguir a posição nacional do partido e votar contra a proposta que será enviada à Alese. Mas e o também petista e deputado Francisco Gualberto? Segue a legenda ou segue o líder?

Avaliação

Depois de todos os posicionamentos assumidos pelo Partido dos Trabalhadores no Congresso Nacional, radicalizando as discussões contra a Reforma da Previdência, na avaliação deste colunista, o petista que votar a favor da mesma nos Estados ou estará traindo os interesses das classes ou está dizendo à sociedade que o discurso do PT não é verdadeiro. É hora de “descer para o play”…

Exclusiva!

Em entrevista ao Portal UOL, o coordenador do Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE) do PT, José Guimarães (CE) confirmou que “dificilmente a legenda deixará de ter candidato próprio em 10 capitais: São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Manaus, Goiânia, Teresina, Natal e Aracaju”. E acrescentou: “queremos candidaturas competitivas, para ganhar”.

Mês de 40 dias?

Muita gente não levou a sério o comentário deste colunista, semana passada, externando a possibilidade de o governo do Estado tentar aprovar, na Assembleia Legislativa, um projeto de lei que lhe dará o direito de “esticar” o mês do servidor público, em especial aquele que ganha menos (aposentados, pensionistas, comissionados e servidores ativos que recebem mais de R$ 3 mil já vivem isso), em até 40 dias.

Atenção servidor I

Este colunista explicou que esse polêmico projeto de lei do governo de Belivaldo e Eliane Aquino iria propor aos deputados estaduais um pedido de autorização para pagar os rendimentos do funcionalismo público de Sergipe até o 10º dia útil do mês subsequente, ou seja, além de não pagarem mais dentro do mês trabalhador, podem tornar o “atraso” legal!

Atenção servidor II

Na última sexta-feira (29), a ministra do Superior Tribunal de Justiça, Assusete Magalhães, relatou e negou Recurso Ordinário em Mandado de Segurança concedido em Sergipe determinando o pagamento salarial, integral, até o quinto dia útil do mês subsequente.

Bomba!

A magistrada pontuou em sua decisão que, na ausência de lei estadual que fixe a data limite para o pagamento da remuneração dos servidores estaduais, a questão deve ser definida pelo Chefe do Executivo. Como já existem algumas decisões favoráveis a pessoas contrárias ao pagamento fora do mês trabalhado, essa decisão de sexta não fortaleceria o argumento que teremos sim uma lei “legalizando” o mês de 40 dias para o funcionalismo sergipano?

Feiras Livres I

A coluna obteve a informação que o fato da Prefeitura de Aracaju, através da Emsurb, anunciar a empresa vencedora da licitação recente sem sequer abrir os envelopes da habilitação, pode gerar questionamentos na Justiça. Não custa lembrar que a empresa LOCAZIL LOCAÇÕES E SERVIÇOS LTDA, que venceu a segunda licitação, foi inscrita no dia 29 DE MAIO, ou seja, meses depois de criada já venceu uma concorrência milionária, quando as demais empresas foram desclassificadas.

Feiras Livres II

Em entrevista ao radialista Eron Ribeiro, na FM JORNAL, nessa segunda-feira (2), o popular “André Camelô”, presidente da Associação dos Camelôs e Feirantes de Aracaju (Acafa), denunciou que a empresa pertence a uma familiar de um velho conhecido explorador de espaços públicos da PMA e que, por trás dessa questão envolvendo a Emsurb e as feiras livres, existe um projeto político em construção.

R$ 25 a banca

Ainda segundo André Camelô, que já anunciou que vai protocolar denuncia no Ministério Público Estadual, o preço da banca nas feiras de Aracaju, que variava entre R$ 15 e R$ 18, após a licitação vai subir para R$ 25. Ele também convidou o MPE e a imprensa para verificarem, in loco, a situação das feiras, com as bancas velhas e enferrujadas.

Alô MPE!

Este colunista já falou sobre isso e vai repetir: setores do Ministério Público não perceberam ainda, mas estão sendo usados como “escudo” para alguns procedimentos exigidos por lei sejam “atropelados”. A não abertura dos envelopes da habilitação já sinaliza que nem as exigências do edital estão sendo cumpridas.

Laranja em rodelas

Existem rumores que o processo de licitação das feiras livres de Aracaju passa por uma grande “laranjal”, dividido em “rodelas”, com muito “mais do mesmo”! Fala-se muito também em “terceirização” das feiras, com indícios de “sociedade informal e ilegal”, com a participação de “clandestinos” e até de pessoas que, supostamente, tem atuação direta na Emsurb.

Alô Receita Federal!

Outra informação é que a Receita Federal já foi devidamente informada de supostas ilegalidades neste processo de formatação da proposta, e vai fiscalizar se existe alguma tentativa de “ludibriar o recolhimento dos impostos”. É bom o prefeito Edvaldo Nogueira, que também pode responder por improbidade administrativa, colocar as “barbas de molho”, porque o “Leão” está com “dentes afiados” e “olhos bem abertos”. Seria a Emsurb a “Casa das Travessuras”? Cenas dos próximos capítulos…

Rodrigo Valadares I

Em meio às recentes declarações sobre o senador Alessandro Vieira (Cidadania), o deputado Rodrigo Valadares (PTB) foi entrevistado pela FAN FM, nessa terça-feira (3), e voltou a questionar a “forma de liderar” do delegado. Colocou que ele, a vereadora Emília Correa (Patriota) e a delegada Daniele Garcia (sem partido) são os nomes mais competitivos ao prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB).

Rodrigo Valadares II

“Modéstia à parte, se o senador não indicar um desses três nomes, ele não quer ganhar a eleição em Aracaju. Quer apenas preencher espaço e marcar posição. Diz que é contra Belivaldo e Edvaldo, mas vive posando para fotos! Percebo que na realidade não quer uma ‘sombra’ para 2022”, disse Rodrigo Valadares, aceitando participar de um debate direto com senador, exigindo apenas que a discussão não seja “terceirizada”…

“Oposição bunda mole”

Rodrigo Valadares foi duro com setores da oposição ao prefeito Edvaldo Nogueira. “Eles (situação) entram em uma disputa para ganhar, mentem e vão pra cima! Com essa oposição bunda mole nós não vamos a lugar algum! Ou se tem consciência que a disputa é uma guerra, ou eles vão vencer novamente”.

Faz sentido

Apesar de certo exagero na forma como se posiciona, para este colunista Rodrigo Valadares apenas reproduziu o sentimento de muitas pessoas: há um grau de insatisfação com os governos, estadual e municipal, mas a oposição não consegue “convencer” a população em acreditar em uma proposta de mudança. Os resultados recentes provam isso.

“Eu estou aqui”

Por fim, em resposta a um ouvinte que questionou o fato de Rodrigo Valadares ser “deputado de um mandato só”, o jovem parlamentar emendou: “muita gente nem acreditava que eu chegaria, e hoje eu estou aqui! Diziam que eu não ganhava e já tenho um mandato. Vamos em frente”.

Ato falho

Um dos assessores do senador Alessandro Vieira chegou a questionar durante a entrevista de Rodrigo Valadares à FAN FM se as críticas dele estavam relacionadas ao fato dele não participar das reuniões coordenadas pelo delegado com o grupo de oposição. Agora, convenhamos, se Rodrigo que é deputado eleito, com legitimidade para defender a população, e presidente de partido não tem acesso ao senador, imagine o cidadão comum? Mais democrático, impossível, ou não?

Denúncia em Socorro I

O prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo, denuncia ao radialista Carlos Ferreira que herdou uma dívida deixada pelo ex-prefeito Fábio Henrique (PDT) de R$ 131 milhões, só junto à Receita Federal. E que o município vem pagando parcelas de aproximadamente R$ 1,5 milhão/mês.

Denúncia em Socorro II

“Eu tenho toda documentação, não estou falando da boca para fora! Falo de algo concreto! Isso é fruto de um relatório da Receita que nós fomos chamados, parcelamos e estamos pagando essa dívida para o FPM (Fundo de Participação dos Municípios) não ficar retido na fonte”, denunciou Padre Inaldo. Com a palavra o ex-prefeito e deputado federal Fábio Henrique.

Georgeo Passos

O líder da oposição na Alese, deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania), denuncia a “manobra” do governador Belivaldo Chagas que, segundo ele (e o Diário Oficial), transformou um cargo comissionado de Gerente I com rendimento na ordem de R$ 5,5 mil em 22 cargos, ou seja, de uma só vez o governo criou 21 novos CCs. “Teve ou não teve aumento de despesa?”, questiona.

Ibrain Monteiro

O deputado estadual Ibrain Monteiro (PSC) apresentou uma indicação ao Governo do Estado, através da Secretaria de Educação, e já aprovada na Assembleia Legislativa, no sentido que providencie estudos com o objetivo de promover uma reforma na quadra poliesportiva do Colégio Estadual Abelardo Romero Dantas. A estrutura encontra-se em situação precária e a preocupação do deputado é garantir a integridade física dos alunos, valorizando também a prática esportiva que é fundamental no ambiente escolar.

Autorreforma do PSB

O PSB reuniu-se nos dias 28, 29 e 30 na cidade do Rio de Janeiro, para discutir a Autorreforma em Conferência Nacional. Foram apresentados cinco eixos para debate: a Reforma Política; Desenvolvimento, Cultura e Meio Ambiente; Políticas Sociais; Economia, Prosperidade, Igualdade e Sustentabilidade; e Socialismo e Democracia. Foram  instaladas comissões, distribuídas em grupos temáticos, quando foram apresentadas emendas ao documento “Autorreforma do PSB,  Brasil um Passo Adiante”, elaborado por especialistas e técnicos da Fundação João Mangabeira.

Valadares

O ex-senador Valadares fez parte do grupo temático que recebeu de seus integrantes as mais diversas contribuições. “Apresentei uma proposta, dentro do tema Reforma Política, visando a introdução no Brasil do sistema parlamentarista  (semipresidencialismo), como instrumento mais flexível e eficiente para fazer mudanças no governo sem o perigo de causar abalos institucionais”. Na mesma Conferência foi realizado o IV Encontro Internacional de Mulheres Socialistas.

Discussão ampla

Após a redação final feita pela Comissão de Sistematização, que colherá as emendas aprovadas pelos cinco grupos temáticos, o documento final será levado aos Diretórios Estaduais e Municipais do PSB em todo o Brasil, assim como às suas respectivas secções da Fundação João Mangabeira, para a mais ampla e democrática discussão e futura implementação.

Luciano Pimentel I

O deputado estadual Luciano Pimentel (PSB) comentou o decreto do governo federal limitando os juros do cheque especial em até 8%/mês. A limitação entrará em vigor a partir do dia 6 de janeiro de 2020. Pimentel explicou que fez um estudo sobre a taxação dos juros bancários e, mesmo com a limitação em 8%, ele avaliou como exorbitante. “Vai chegar a 150%/ano! Enquanto países da Europa trabalham com uma taxa anual que chega a 15%/ano”, disse o deputado, fazendo uma exposição sobre o patrimônio líquido do setor bancário.

Luciano Pimentel II

Luciano pontuou que em 2014 o lucro foi de R$ 478 bilhões; em 2015 foram R$ 204 bilhões; em 2016 foram R$ 241 bilhões; em 2017 foram R$ 295 bilhões; e no ano passado foram R$ 637 bilhões. “Só os cinco maiores bancos do Brasil (Santander, Bradesco, Itaú, Banco do Brasil e Caixa Econômica) lucram por mês R$ 8,5 bilhões. Pode ser pequeno ou grande empresário, funcionário público ou privado. Todos usam o cheque especial e pagam caro, muito caro no cartão de crédito. O lucro total dos bancos atingiu a marca dos R$ 93,3 bilhões”, comentou o deputado.

Redução de agências

Luciano Pimentel também explanou sobre a política de redução das unidades bancárias no Brasil. Segundo ele, exceto a Caixa Econômica que já declarou que vai continuar abrindo agências e fazendo a reposição dos funcionários que saírem. “Só do Banco do Brasil, que é de economia mista, entre 2017 e 2019, foram fechadas 1.086 agências. A Caixa foram 20, mas com o compromisso de abrir novas”.

Postos de trabalho

O parlamentar foi mais além e externou um dado ainda mais preocupante: “juntos os cinco maiores bancos fecharam 1.691 agências nos últimos dois anos e 7.665 postos de trabalho foram extintos. Se considerar os bancos do País inteiro, 18 mil bancários perderam seus postos de trabalho, mesmo com os bancos apresentados toda essa rentabilidade extraordinária. Para se ter uma ideia, os brasileiros Santander, Unibanco, Bradesco e Banco do Brasil estão entre os mais rentáveis do mundo”.

Crise

Por fim, Pimentel disse que o povo brasileiro já não suporta pagar mais tantos juros e que não justificam as taxas aplicadas no Brasil. Ele comentou que os bancos estão contrários à medida do governo federal porque estão ganhando muito dinheiro. O também deputado Iran Barbosa (PT) parabenizou Luciano Pimentel pelo tema abordado dizendo que os brasileiros estão “sentindo na pele a crise que o capitalismo vice”, mas pontuou que essas “crises” aumentam a concentração de riquezas e que o governo foca no sacrifício da população e não taxa as grandes fortunas.

Iran Barbosa I

O deputado estadual e professor Iran Barbosa fez um apelo ao governo do Estado no sentido que atenda as propostas do Magistério, deliberadas e aprovadas durante a assembleia do Sintese (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica da Rede Pública de Sergipe), realizada na última quinta-feira (28). Os professores estão em greve desde o dia 26 e seguem em vigília na praça Fausto Cardoso e nas dependências da Alese.

Iran Barbosa II

Iran Barbosa fez um resumo do movimento grevista até agora, destacou o que vem sendo propagado pela imprensa e registrou que o ano de 2019 tem sido “extremamente negativo” para a Educação pública. “E isso não apenas pelo ataque aos direitos dos trabalhadores, mas pela cidadania. Desde o início do ano que nos deparamos com uma série de denúncias relacionadas ao funcionamento das escolas, prejudicadas pela falta do transporte escolar”.

Ataques aos direitos

O deputado lembrou ainda das denúncias referentes ao programa de alimentação escolar e das dificuldades gigantescas que a rede de ensino enfrenta. “Sem contar os projetos enviados e aprovados por esta Casa. A negação do pagamento do piso do magistério, que esse ano teve a correção mais baixa da história. E, ainda assim, o governo de Sergipe não se preocupou em fazer um esforço para resolver. É um ano marcado por uma série de ataques aos direitos dos professores”.

Vigília

Iran destacou o esforço dos professores que estão em vigília desde a semana passada com o objetivo de sensibilizar o governo para que os projetos enviados não fossem colocados em votação. “A categoria iniciou o processo de ocupação, pacificamente, para dar seu recado, com o sindicato dando ciência dos conteúdos em parceria com o nosso mandato. Agradeço aos colegas, aos servidores da Alese e ao presidente da Casa que entendeu esse processo de luta, que recebeu uma comissão do sindicato quando da ocupação e garantiu a tranquilidade durante todo o processo”.

Negociação

Por fim, Iran saudou os professores aposentados que se somaram a luta dos profissionais que estão na ativa e mais uma vez fez um apelo ao governo do Estado. “O presidente Luciano Bispo se comprometeu em intermediar o entendimento. Após a assembleia do Sintese na quinta, o vice-presidente entregou nas mãos de Luciano as propostas discutidas e aprovadas pela categoria. Isso ocorreu na sexta-feira e estamos aguardando uma resposta do governo. Amanhã teremos uma nova assembleia da categoria e fica a expectativa que o Executivo atenda os trabalhadores”.

São Francisco

O MDB Sergipe venceu mais uma eleição: desta vez em São Francisco. Nas eleições suplementares do município, a candidata filiada ao partido, Alba Nascimento, manteve as previsões das pesquisas já indicavam e foi eleita prefeita com 1884 votos. Alba é liderança na cidade junto com seu marido e ex-prefeito, Ailton Nascimento, e seu filho, Pablo Nascimento, que faz parte da diretoria do MDB Sergipe.

Abrahão Crispim

O vereador Zé Valter (PSD) representou a Câmara Municipal de Aracaju (CMA) na solenidade de inauguração do busto in memorian do ex-vereador da capital e sindicalista, Abrahão Crispim de Souza. O evento aconteceu em Itabaiana. Destacando a atuação do homenageado, o vereador foi enfático. “Convivi por vários anos com Abrahão Crispim, meu conterrâneo daqui de Itabaiana, cidade que ele movimentou culturalmente. Dedicou sua vida a favor da defesa dos direitos dos trabalhadores”.

Abrahão Crispim Filho

O filho do homenageado frisou um pouco da carreira que levou seu pai a conquistar tamanha honraria. “Meu pai foi muito intenso em tudo que fez. Ele era uma pessoa inquieta, aguerrida, dinâmico e bastante produtivo, além de ter sido um pai amoroso e esposo afetuoso, enfim, um homem admirável”, disse Abrahão Crispim Filho.

Machado

O ex-deputado federal José Carlos Machado (DEM) ressaltou alguns momentos que conviveu ao lado do seu primo, Abrahão Crispim. “Toda vez que ele vinha em Itabaiana ele visitava minha mãe e ela dizia que de todos os sobrinhos era ele quem ela mais gostava. Digo para os filhos que vocês podem se orgulhar de dizer que são filhos de Abrahão”.

Antônio Saracura

Membro da Academia Itabaianense de Letras e confrade do homenageado, o escritor Antônio Saracura ressaltou a contribuição que Abrahão Crispim deixou para a sociedade. “Após ficar exposto durante a 5ª Bienal do Livro de Itabaiana, o busto veio ocupar um lugar de destaque aqui em sinal da grande pessoa que foi Abrahão para a cidade”.

Maria Mendonça I

Aproveitando a passagem do Dia Mundial de Luta Contar a Aids, a deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) registrou o seu respeito e prestou homenagem ao médico Almir Santana, coordenador do Programa estadual IST/Aids. “Dr. Almir é um incansável na luta de combate ao vírus HIV. É um homem abnegado que garante aos cidadãos e cidadãs infectados pelo vírus, todo o cuidado, permitindo que eles tenham dias menos difíceis”, afirmou Maria.

Maria Mendonça II

A deputada ressaltou que a doença continua fazendo vítimas e que, apesar de todas as pesquisas e experimentos em relação ao problema, a AIDS ainda não foi abolida e tem acometido pessoas de todas as classes sociais. “Infelizmente, hoje já não grupos de riscos específicos, como havia antigamente. Os estudos mostram que todos estão vulneráveis, quando não adotam as necessárias medidas de segurança, como o uso do preservativo, por exemplo”, salientou, ao citar que no país existe uma média de 800 mil pessoas doentes. Esse número em Sergipe chega a 7 mil.

Atentado em Aparecida

Passados mais de dois meses desde o atentado à Escola Municipal Gabriel Lima dos Santos situada no povoado Arari, em Nossa Senhora da Aparecida a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) ainda não esclareceu as motivações do crime nem seus autores identificados. À época, a prefeita Vera Sousa (MDB) repudiou o crime e pediu celeridade na elucidação do caso, indo pessoalmente ao secretário João Eloy, que se comprometeu textualmente que as investigações teriam um desfecho exitoso.

Sem prisões e indiciamentos

Entretanto, neste tempo não houve nenhuma prisão e nem indiciados. Embora nas horas seguintes ao crime a polícia tenha feito algumas abordagens na região onde o fato ocorreu, o trabalho se restringiu a estes procedimentos, deixando, até o momento, a população aparecidense sem respostas e apreensiva.

Relembre o caso

Na madrugada do dia 2 de outubro, a escola rural Gabriel Lima dos Santos, situada no povoado Povoado Arari, teve objetos e materiais de escritório furtados e, em seguida, os suspeitos colocaram fogo nas dependências do prédio, danificando computadores, impressoras, acervo de livros e o depósito da merenda escolar. Em nota, a Prefeitura de Aparecida repudiou o ocorrido. Além de destruírem todos os computadores e materiais da secretaria do colégio, os vândalos também roubaram pertences e a merenda dos alunos.

Aulas suspensas

Em busca de providências para o caso, a prefeita do município, Verônica Sousa, agendou uma reunião na Secretaria de Estado da Segurança Pública para a manhã dessa quinta-feira (5), ocasião em que também encaminhará o caso para a Promotoria de Justiça do Estado. A Prefeitura informa aos pais e alunos, principais prejudicados por esta ação criminosa, que as aulas na unidade escolar estão suspensas até que seja concluído o trabalho da perícia, e que já acionou as equipes de trabalho da Secretaria de Obras, que estão de prontidão para o início da recuperação do espaço atingido, tão logo seja liberado pelas autoridades policiais.

Kitty Lima I

A deputada estadual Kitty Lima (Cidadania) esteve reunida com o diretor-presidente da Empresa de Serviços Urbanos (Emsurb), Luiz Roberto Santana, para alinhar a destinação de emendas parlamentares de seu mandato para aquisição de cavalos de lata para os trabalhadores que fazem coleta de materiais recicláveis em Aracaju. O objetivo é substituir as carroças utilizadas nesta atividade por veículos que não utilizem tração animal, evitando assim maus-tratos aos animais.

Kitty Lima II

A parlamentar expôs sua intenção em beneficiar aqueles que trabalham com recicláveis para pôr um fim à exploração aos animais utilizados para puxar as carroças. “Teremos essa emenda para destinar a projetos sociais e queremos que aqueles que atuam com reciclagem sejam beneficiados com os cavalos de lata, que são bicicletas adaptadas com um grande cesto para que eles possam continuar realizando esse trabalho tão importante para o meio ambiente sem gerar maus-tratos aos animais. Queremos que esses homens e mulheres continuem desempenhando suas atividades para sustentar suas famílias, mas respeitando a vida animal”, explicou Kitty.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

Deixe seu comentário...