Primeiro trimestre de 2019 tem menor número de homicídios em sete anos

Março fechou com redução de 39,1% no comparativo do mesmo mês de 2018. Foram 67 homicídios dolosos contra 110 no ano passado.

SERGIPE – O mês de março de 2019 e o primeiro trimestre do ano apontam mais uma vez a redução consistente no número de homicídios dolosos no estado. Só o mês de março deste ano, comparando com o mesmo período do ano passado, aponta uma redução de 39,1%. No trimestre, Sergipe teve o menor número de homicídios dolosos desde 2012. Os números, divulgados durante coletiva realizada nessa quinta-feira, 4, refletem as ações operacionais e a integração desenvolvidas pela Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Perícia.

Durante a apresentação, a delegada-geral da Polícia Civil, Katarina Feitoza, frisou que o trabalho integrado e a união de força vêm somando resultados. “São dados muito expressivos e importantes, que trarão uma sensação de segurança a nossa população. Esses dados, para nós operadores da segurança pública, são mais importantes ainda porque nós conseguimos perceber que o trabalho integrado, entre Polícia Civil, Polícia Militar, Bombeiros e Perícia, vem surtindo efeito e o planejamento e a execução dele estão caminhando na direção certa”, explanou.

De acordo com os números do Centro de Estatísticas e Análise Criminal da Secretaria da Segurança Pública (Ceacrim/SSP), o primeiro trimestre de 2018 apresentou 302 casos, enquanto em 2019 o número caiu para exatas 200 ocorrências nos três primeiros meses do ano. Foram 102 homicídios a menos, segundo o levantamento do Ceacrim.

Para o diretor do Ceacrim, Sidney Santos Teles, os dados são bastante significativos e benéficos para a sociedade. “Eles trazem a sensação de segurança para a população novamente. Quando você vê a redução dos delitos, principalmente dos crimes de latrocínios, chegando à diminuição de quase 70% dos casos [comparativo entre os primeiros trimestres de 2016 e 2019], então isso traz uma resposta para a sociedade: que a polícia tem trabalhado de forma integrada”, explicou Sidney.

No comparativo com o ano que apresentou o ápice dos homicídios dolosos, 2016, a redução é de 41,7%, já que em 2016 Sergipe registrou 343 homicídios dolosos no primeiro trimestre. O mês de março de 2019 apresentou uma redução de 39,1%, com 67 homicídios dolosos, número muito abaixo dos 110 casos contabilizados há um ano.

A tendência de queda é analisada pelos gestores da Segurança Pública como uma vitória da sociedade sobre as práticas criminosas. A tendência é que o ano de 2019 estabeleça uma redução ainda maior que em 2018, quando a taxa de homicídios alcançou 41,48 homicídios dolosos para um grupo de 100 mil habitantes.

O comandante-geral, coronel Marcony Cabral, afirma que os resultados vão continuar trazendo reflexos positivos para a sociedade. “O nosso trabalho é um tripé: valorização profissional, inteligência policial e trabalho integrado. Este tripé trouxe a segurança pública para um cenário diferenciado, com essa redução demonstrada hoje. A população pode ficar tranquila que o trabalho da segurança pública, com os nossos policiais militares, tem sido efetivo e vai continuar dando o resultado que nós queremos”, concluiu o coronel.

FONTE & FOTO: SSP/SE

 

Deixe seu comentário...