Profissionais da Unidade Pediátrica garantem assistência resolutiva e humanizada no Huse

A Unidade Pediátrica do Huse dispõe de recursos científicos, técnicos, equipamentos e materiais específicos à assistência integral das criança.

SERGIPE – A Unidade Pediátrica Doutor José Machado de Souza, localizada no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), é a única de Sergipe referência nos atendimentos de alta complexidade e trabalha no regime de porta aberta, de acordo com o que preconiza o Ministério da Saúde. Somente em 2018, o setor realizou 28.209 atendimentos a crianças de zero a 12 anos com a oferta de especialidades médicas como nefrologia pediátrica, cardiologia pediátrica, gastroenterologia pediátrica, entre outros.

Atualmente, a Unidade Pediátrica do Huse dispõe de recursos científicos, técnicos, equipamentos e materiais específicos à assistência integral das crianças e conta com uma equipe composta por 450 profissionais entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, entre outros. O serviço conta com 45 leitos para enfermarias e 10 para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A capacidade de atendimento é de 68 vagas no Pronto Socorro.

De acordo com a coordenadora da Pediatria do Huse, Cristiane Barreto, os casos mais comuns que a unidade recebe diariamente são crianças vítimas de queda, intoxicação, queimaduras, ingestão de corpo estranho, inflamação no ouvido, traumas e até afogamento.

A dona de casa Marinalva Souza, 45, levou um susto quando viu sua pequena I.S, 7, se esbarrar de cabeça com outro coleguinha enquanto brincava . A sua mãe não pensou duas vezes e correu para o hospital para verificar se estava tudo bem com a filha já que ela ficou tonta e sonolenta.

Com J.L.M, 5, não foi diferente, depois de cair de bicicleta e machucar o punho, a recepcionista e mãe do garoto Heloísa Macedo, 25, também procurou o hospital e recebeu o atendimento correto. “Aqui, sabemos que estaremos seguros porque todos os exames necessários são feitos e eles nos tratam com muito carinho e respeito”, revela a mãe.

FONTE & FOTO: SES

Deixe seu comentário...