Reunião discute estratégia para segurança no carnaval de Neópolis

Na oportunidade o plano de segurança da Polícia Militar foi apresentado.

NEÓPOLIS/SE – Na última quarta-feira (20), aconteceu uma reunião entre a Polícia Militar de Sergipe, representada pelo comandante da 5ª CIPM Major Márcio Lima, o Promotor de Justiça Dr. Iúri Borges, a Juíza de Direito Dra. Rosivan Machado, o Prefeito de Neópolis, Célio Lemos e o secretário municipal de Cultura e Turismo Pedro Ivo para discutirem sobre a segurança do tradicional Carnaval do município.

Na oportunidade o plano de segurança da Polícia Militar foi apresentado e já se encontra protocolado no Comando do policiamento do interior aguardando autorização do governo, onde contempla toda cobertura do evento no período de 02 a 05 de março, com reforço no policiamento ostensivo com efetivo extraordinário e apoio do GATI e do BPRV que fiscalizará as rodovias de acesso à cidade. “A Polícia Militar garantirá toda segurança do evento colocando equipes para acompanhar os blocos de frevo que desfilarão pelas ruas da cidade e bem como o suporte na segurança externa na arena dos Shows que ocorrerão no período noturno”, destacou o Major Márcio.

Outro assunto discutido na reunião foi sobre a utilização de sons automotivos de mala ou paredões durante o carnaval. O Ministério público de Sergipe manifestou-se que expedirá uma recomendação, assim como foi feito ano passado, proibindo a utilização deste tipo de aparelhagem no Carnaval e os abusos e desobediência serão fiscalizados pela polícia militar. A experiência do carnaval passado deu tranquilidade aos foliões e principalmente aos moradores da cidade que tiveram a tradição do carnaval de rua e frevo mantidos e não houve o registro de nenhuma ocorrência grave.

O Major Márcio esclareceu ainda que “caso haja a infração, o condutor estará infringindo norma estabelecida no art. 228 do Código de Trânsito Brasileiro, como infração grave, e poderão também ser enquadrados na lei de contravenções penais, tendo seu som apreendido e encaminhado ao judiciário. Não podemos permitir que a tradição do frevo de Neópolis seja extinta pela invasao dos paredões que causam poluição sonora”. Ficou estabelecido que a Prefeitura distribuirá folhetos explicativos, propagandas em rádios e faixas na cidade informando sobre a proibição dos paredões no período carnavalesco.

Outro ponto debatido na reunião foi quanto ao famoso “mela-mela” que a partir deste ano está proibido o uso de produtos químicos e/ou substâncias que possam afetar a saúde das pessoas nesta brincadeira tradicional, devendo somente utilizar farinha de trigo ou talco. Caso alguém seja encontrado utilizando produtos proibidos para jogar nos foliões podem ser enquadrados como conduta criminosa e conduzidos à delegacia.

Por fim, cabe ressaltar que caso você queira escutar seu som, certifique-se de que não irá atingir outras pessoas.

FONTE:

Deixe seu comentário...