Samuel Barreto diz que vai para o PSL juntamente com um federal e dois estaduais

"Eu particularmente não tenho interesse em dialogar com o PSC nacional", disse Samuel

SERGIPE – O deputado estadual capitão Samuel Barreto (PSC), presidente da Comissão de Segurança Pública na Alese, informou no inicio da manhã desta segunda-feira (14) que deve mesmo continuar no partido do presidente Jair Bolsonaro.

Durante a entrevista que concedeu ao radialista Carlos Ferreira, capitão Samuel afirmou que “nossa intenção é fortalecer o PSL nacional e se a gente for para o PSL, vai ser conversado com a executiva nacional e estadual, respeitando as pessoas que estão no PSL atualmente, agora, fortalecendo e crescendo o partido no estado como ele deve ser. A idéia é somar sempre”, afirmou o deputado.

Capitão Samuel disse ainda que o partido poderá receber a adesão de um deputado federa e mais três deputados estaduais. O diálogo está bom, eu mais dois estaduais e com um federal, mas eu não posso adiantar os nomes e dizer quem e muito menos especular até porque quem tem que falar são eles, assim que isso der certo. Essas tratativas devem ocorrer até o meio do ano. Nós temos que respeitar o partido que essas pessoas estão hoje. No meu caso o PSC. Dialogar para ser uma coisa consensuada. Que seja bom para todos. Eu particularmente não tenho interesse em dialogar com o PSC nacional”, disse Samuel.

O deputado Samuel Barreto explicou que sua saída do PSC se dará por conta da atitude da direção nacional durante as eleições. “Quem deve fazer os procedimentos de expulsão do partido PSC, até pela minha posição contrária ao partido, deve ser o diretório estadual. Minha posição contrária às atitudes que eles tomaram durante as eleições. Essa minha posição clara de enfrentamento  ao PSC nacional deve levar a expulsão do partido no meu caso”, explicou o deputado.

Deixe seu comentário...