Samuel Carvalho diz que é defensor do jornalismo investigativo

Samuel Carvalho vem produzindo todos os dias no mandato participativo.

SERGIPE – Antes mesmo de iniciarem os trabalhos dos parlamentares na ALESE, na nova legislatura, marcado para 15 de fevereiro, o deputado Samuel Carvalho (PPS-SE) vem produzindo todos os dias no mandato participativo, quer atendendo ao público dentro e fora do gabinete, quer participando de reuniões e defendendo interesses coletivos, a exemplo da questão envolvendo a “carreta do câncer da mulher”, junto à Secretaria de Estado da Saúde.

As demandas coletivas de Aracaju e os encaminhamentos das comunidades de Nossa Senhora do Socorro começaram a chegar no gabinete do Dr. Samuel. “Estamos aqui na ALESE conversando com o povo, recebendo os pedidos da população e sendo convidado a participar de discussões de problemas em busca de solução”.

“O nosso mandato é transparente e participativo, por isso os sergipanos estão nos procurando desde o dia da nossa posse”. Fico feliz em saber que as pessoas acreditam no nosso trabalho e estão exigindo o nosso posicionamento nas demandas, principalmente na área da saúde pública, disse Samuel Carvalho.

Um dos compromissos do parlamentar do PPS é o envolvimento nas causas de interesse público de qualquer município.

Na semana passada Samuel, juntamente com os deputados Georgeo Passos (Rede), Kitty Lima (Rede) e Rodrigo Valadares (PTB), participou de reunião na Secretaria da Saúde, com a superintendente Adriana Meneses, para tratar sobre a “Carreta do câncer da Mulher”.

IMPRENSA LIVRE

O bom relacionamento do deputado do PPS com os jornalistas marcam o respeito que Samuel Carvalho tem com um dos pilares da democracia, a Imprensa Livre. Nas entrevistas concedidas aos repórteres o jovem parlamentar deixa claro que no Estado Democrático de Direito os profissionais de Imprensa desenvolvem um trabalho importante para consolidar, cada vez mais, a democracia.

“Destaco o trabalho desses profissionais que diariamente produzem notícias de interesse público e contribuem fiscalizando as ações dos três poderes. Sempre serei defensor do jornalismo investigativo que apure denúncias, produza provas e esclareça os fatos para a sociedade. Na democracia, a imprensa é conhecida como o 4º. Poder”, concluiu Carvalho.

AssCom / SC

Deixe seu comentário...