São Cristóvão parece estar numa “maré” de azar, diz coronel Rocha

Agora me chega a informação, através de um amigo empresário, que a agência do Banco do Brasil.

SÃO CRISTÓVÃO/SE – Primeiro a constatação de que nossos Pescadores e Marisqueiras ficaram fora da indenização do governo Federal aos prejudicados pelas manchas de óleo no litoral nordestino.

Agora me chega a informação, através de um amigo empresário, que a agência do Banco do Brasil da sede do município não está efetuando operações com movimentações em espécie, tanto no saque quanto no depósito e pagamentos. Fato que se agrava com a impossibilidade de realizar estas mesmas operaçõeso nos caixas eletrônicos.

Esse transtorno vem ocorrendo desde o dia 22 de novembro e hoje, dia 2 de dezembro, estive na agência do BB do calçadão do centro de São Cristóvão, sendo constatado que ainda não foi solucionado o problema, e sem previsão de solução.

Nossos aposentados, pensionistas e trabalhadores em geral, começaram a receber salários e parte do 13°, e estão sendo orientados a se deslocar para outras agências para sacarem seus vencimentos e realizarem outras operações que envolvam dinheiro em espécie.

As clientes terão mais gasto com transporte, além disso trará um enorme prejuízo para o comércio local, uma vez que sacando seus vencimentos em outras localidades, suas compras também serão feitas em outros locais.

Como se não bastassem os cargos em comissão da prefeitura de São Cristóvão serem ocupados em sua maioria por pessoas de outras cidades, agora os moradores e trabalhadores de nossa cidade terão que se deslocar para receber e gastar seu suado dinheirinho fora da velha capital.
O comércio local ficará com mais este prejuízo?

                         Coronel Rocha
Presidente do Cidadania 23, em São Cristóvão

Deixe seu comentário...